Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Barcelona pode ser processado por chineses no caso Paulinho

paulinho-barcelona

O que parecia ser o negócio mais certo do mercado de transferências europeu pode terminar não ocorrendo. Pior do que isso, o Barcelona pode acabar processado na FIFA por assédio ao volante da seleção brasileira Pauinho

Paulinho apareceu para o mundo do futebol no Corinthians do técnico Tite. Em 2013 depois de ser um dos principais jogadores da Copa das Confederações ele acabou negociado por 20 milhões de euros com o Tottenham.

Mas sua vida na Premier League não foi fácil. Ele não conseguiu se firmar. Devido ao seu nome acabou atraindo interesse dos chineses do Guanghzou Evergrande.Lembrando que este é a mesma equipe treinada pelo brasileiro Luis Felipe Scolari.

Paulinho parecia esquecido do mundo do futebol. Mas a chegada do técnico Tite a seleção brasileira mudou o panorama. Tite foi o técnico com quem Paulinho teve seu auge no Corinthians.

Chineses vão a FIFA contra o Barcelona

Ele voltou como titular da seleção brasileira e voltou a apresentar o desempenho de outrora. Com o apoio de Neymar, de quem é amigo pessoal, o Barcelona resolveu atacar e contratar o jogador. Tudo parecia correr bem mas as últimas notícias contam uma história diferente.

Segundo o diário espanhol AS o Guanghzou Evergrande teria encerrado as negociações com o Barcelona. Isso porque eles teriam ficado muito irritados com o assédio direto que os espanhóis tem feito sobre o jogador.

O Barcelona não aceita a pedida dos chineses e tenta convencer Paulinho a pressionar seu clube forçando a negociação. Paulinho tem contrato até 2020 com o Barcelona e a multa é de 40 milhões de euros.

Mesmo que o Barça decida pagar o valor ainda teria de contar com a anuência do clube chinês. E parece que os chineses consideram Paulinho inegociável.

Mais uma vez o Barcelona deixa a desejar no quesito ética. Não bastasse os constantes problemas fiscais que o clube está envolvido, agora pode acabar processado por assédio na FIFA.



Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.