Ronaldinho Gaúcho Melhores Dribles, Gols e sua Magia

Aposta Ganha Brasil » Ronaldinho Gaúcho Melhores Dribles, Gols e sua Magia

Ronaldinho Gaúcho recentemente completou 40 anos, e embora esteja passando por um momento complicado na sua vida particular, ainda recebe homenagens por onde passa. Relembre um pouco da história de um dos jogadores mais habilidosos da história do futebol.

RONALDINHO SURGE NO GRÊMIO COMO UMA JÓIA

Os clubes brasileiros tem a característica de formar muitos atletas, e todos os anos especula-se nomes que possam ter futuro dentro do clube. Ronaldinho antes mesmo de estrear era uma certeza absoluta de que seria um jogador fora de série. Ronaldinho desde pequeno seguia os passos do irmão Assis, e era aguardado como a peça que levaria o Grêmio as glórias. Estreou logo em uma Copa Libertadores, encantava os gremistas e despertava os olhares do Brasil inteiro.

Habilidoso e audacioso, Ronaldinho era desconcertante com a bola nos pés. Marcou 68 gols com a camisa do Grêmio, e ficou marcado pelos dribles sensacionais sobre Dunga, o capitão do tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira.

Ele logo despertou os olhares de Vanderlei Luxemburgo, treinador da Seleção Brasileira. Com a camisa verde e amarela, ainda um menino, fez um gol antológico contra a Venezuela, que trouxe junto consigo a obsessão dos clubes europeus.

Uma transferência polêmica para o Paris Saint-Germain, onde abriria as portas do mundo, e seria fundamental para se tornar o Ronaldinho que conhecemos.

PSG, BARCELONA E O TOPO DO MUNDO

No PSG fazia mágica, gols que deixavam o mundo de boca aberta, e a cada ano melhorava sua força, potência, e mantinha habilidade habitual. Ronaldinho entrava em atrito com seu treinador constantemente, principalmente pela sua agitada vida noturna. Convocado pela Seleção Brasileira em 2002, Ronaldinho fez parte de um trio espetacular, com Rivaldo e Ronaldo. Foi uma peça fundamental para o título da Copa do Mundo daquele ano, trazendo o pentacampeonato para o povo brasileiro.

Na temporada seguinte, já com um prestígio absoluto, não quis mais o PSG, e forçou mais uma vez sua saída. A meta agora era o Barcelona, onde seria o rei do mundo mais adiante.O Barcelona já tinha contratado brasileiros de sucesso, como Rivaldo, Ronaldo e Romário, mas vinha em baixa, ofuscado pelos galácticos do Real Madrid, sem conquistar títulos, baixa procura de público no seu estádio. Enfim, era um ostracismo enorme que vivia o clube catalão.

Já na sua apresentação carregou milhares de torcedores ao estádio, superior até mesmo que sua média de público. Ronaldinho marcou logo na sua estreia, em um amistoso contra o Milan. Em sua primeira temporada não conseguiu levar o Barcelona ao título espanhol, a segunda colocação deu ao time a vaga na Liga dos Campeões, e a esperança de uma década dourada.

Na sua segunda temporada, 2004/2005, Ronaldinho viveu o auge da sua carreira. Carregou o Barcelona até o título espanhol, trouxe o troféu da Supercopa da Espanha. Sua genialidade encantava a Europa e o mundo, era uma mistura de habilidade, precisão, força física. Era uma máquina, era um show em campo. Tudo isso lhe rendeu o título de melhor jogador do mundo na temporada, onde colocou o Planeta Terra aos seus pés.

Em 2005 comandava a seleção brasileira ao título da Copa das Confederações, era considerado o jogador mais importante daquele time, mesmo com Ronaldo e Kaká, que estava perto de atingir seu auge.Na temporada 2005/2006, manteve-se como o jogador mais fantástico do planeta. Levou a Bola de Ouro, como melhor jogador, dado pela France Football, mais uma vez campeão espanhol, e levou o Barcelona ao título da Liga dos Campeões.

DO MILAN ATÉ SUA VOLTA POR CIMA ATUANDO NO BRASIL

Depois de um começo de queda técnica no Barcelona, marcado por muitas contusões, era hora de Ronaldinho tomar novos ares. Em 2008 se transferiu para o Milan, na expectativa de retomar seu brilhantismo. Embora conseguirmos computar boas partidas pelo time italiano, Ronaldinho sofreu com altos e baixos, e por muitas vezes figurou no banco de reservas do Milan.

Em 2011, mais polêmicas no caminho de Ronaldinho. Querendo sair do banco do Milan, e disposto a voltar para o Brasil, o craque participou de uma verdadeira novela para definir seu destino. Dizia-se na época, que o acerto com o Grêmio estava selado, e entre o clube gaúcho, Flamengo e Palmeiras, o destino seria mesmo Porto Alegre.

Assis, seu irmão, fez de tudo para ter mais benefícios em seu contrato, foi acusado de fazer leilão pelo passe do irmão, o Grêmio mais uma vez se sentiu ofendido, saiu da disputa, abrindo o caminho para o acerto com o Flamengo. Era uma das maiores contratações da história do futebol brasileiro, Ronaldinho arrastava multidões ao Maracanã, Gávea, e onde passasse.

Mas não era o momento mais brilhante da sua carreira. O jogador era constantemente flagrado na noite carioca, desempenhos oscilantes em campo, uma relação conturbada de Assis com o clube, um ano depois, R10 teve seu contrato quebrado com o rubro negro.

Em 2012, sua imagem vinha desgastada, pelas constantes desavenças de seu irmão em cada clube que passara, o não comprometimento com seu desempenho profissional, saídas e bebedeiras, além de oscilar entre a genialidade e a mediocridade em muitos jogos.

Em qualquer programa esportivo se dizia que naquele momento, Ronaldinho não era um bom negócio. Além de muito caro, a incerteza do retorno técnico, além da péssima relação contratual que sempre tiveram os clubes com o seu empresário.

Em meio ao seu pior momento como profissional, surgiu o Atlético mineiro como a luz no fim do túnel. Ainda sob o olhar desconfiado de todos, o presidente do Atlético dizia que bastava um vacilo para que Ronaldinho pegasse suas coisas e fosse embora do clube.
Ronaldinho tinha que provar que ainda era tudo aquilo que sua história contava.

A primeira temporada foi para a retomada da sua confiança, muito elogiado pela regularidade de boas atuações, o gaúcho era a peça central daquele time do Galo. Em 2013 foi sua grande temporada no futebol brasileiro e sul americano. Logo no início do ano conquistou o campeonato mineiro, mas o melhor estava guardado para o restante da temporada.

Ronaldinho foi o grande destaque do time na Copa Libertadores, com gols antológicos, jogadas de gênio, conduziu o Atlético para o seu primeiro título da competição continental, e se tornou um dos maiores ídolos da história do clube mineiro. Em 2014 encerrou seu ciclo como jogador do Atlético mineiro. Mais uma vez seu irmão Assis, tomou à frente nas negociações e quis ganhar dinheiro no México, com uma proposta alta pelo passe de R10.

Ronaldinho Gaúcho se despediu do Galo com um título. Em julho de 2014 bateu o Lanús, da Argentina, e sagrou-se campeão da Recopa Sul Americana, competição que colocava frente à frente o campeão da Libertadores e da Copa Sul Americana do ano anterior.

A IDA PARA O MÉXICO FOI O COMEÇO DO FIM

A chegada de Ronaldinho ao Querétaro, foi uma sensação no México, seguindo a onda de grandes contratações no país, onde se pagavam fortunas aos jogadores. A estreia do gaúcho foi diante do Tigres, um dos grandes times do país, e além da derrota, Ronaldinho sofreu e perdeu um pênalti.

Não teve 1% do brilho que já tivera em outros clubes, recebendo críticas constantes da mídia mexicana. Ronaldinho conquistou um pequeno título com o clube, em torneio disputado nos Estados Unidos, onde sequer participou da disputa de pênaltis, embora tenha marcado um gol em tempo normal.

Com apenas 9 meses de contrato, Ronaldinho anunciou em uma rede social que estava se desligando do Querétaro, e convenhamos, embora tivesse sido uma decepção, não foi uma surpresa a sua saída. Após mais alguns momentos de puro apelo midiático, acertou com o Fluminense em 2015, após manter um suspense sobre o time a ser escolhido.

Era o rival do Flamengo, onde tivera uma passagem marcante e decepcionante. A pressão para dar resultados não foi suficiente para reascender a chama de um brio já ofuscado. Teve poucos momentos de protagonismo naquela temporada, fez poucos jogos pelo tricolor carioca, saiu sem nenhum título, nenhum gol, e fazendo nenhuma falta.

Ronaldinho se aposentou de maneira melancólica, depois de anos sem assinar um contrato, fazendo apenas jogos de exibição. Seu irmão, Assis, foi o responsável por comunicar a aposentadoria de Ronaldinho, sem entrevista coletiva, sem homenagens, sem nada.
Ronaldinho foi um dos melhores jogadores que eu vi jogar, foi um dos maiores da história. É uma pena que tenha sido por pouco tempo em alto nível, muito pela sua falta de comprometimento, muito pela condução gananciosa do seu irmão, e também pela sua passividade em conduzir sua própria vida.

RONALDINHO GAÚCHO: PRINCIPAIS PRÊMIOS E TÍTULOS

Principais Títulos
• Grêmio: Campeonato Gaúcho e Copa Sul, 1999
• Barcelona: Liga dos Campeões, 2005-06; La Liga 2004-05, 2005-06; Supercopa da Espanha 2005 e 2006
• Milan: Serie A 2010-11
• Flamengo: Campeonato Carioca 2011
• Atlético-MG: Campeonato Carioca e Copa Libertadores, 2013; Recopa Sul Americana 2014
• Seleção Brasileira: Copa do Mundo 2002; Copa das Confederações 2005; Copa América 1999

Principais Prêmios individuais
• Melhor jogador do mundo pela FIFA: 2004, 2005
• Melhor jogador do mundo pela World Soccer: 2004, 2005
• Melhor jogador estrangeiro de La Liga: 2003-04, 2005-06
• Atacante do ano da UEFA: 2005-06
• Bola de Ouro: 2005
• Jogador do ano da UEFA: 2005-06
• Jogador da década da revista World Soccer: 2009
• Bola de Ouro revista Placar (Brasil): 2012
• Melhor jogador da América do Sul: 2013
• Melhor jogador da Copa Libertadores: 2013
• Prêmio de trajetória Desportiva pelo jornal Mundo Desportivo: 2016
• Fez parte do All-Star Team da Copa do Mundo de 2002

Neste espaço ainda faço referências a dois momentos únicos da história do futebol mundial. Ronaldinho Gaúcho ficou marcado por sair aplaudido de pé, pela torcida do Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu, após uma partida majestosa. Na Espanha a Cataluña sempre teve atrito com o restante da Espanha, e um jogador do Barcelona sair aplaudido no estádio do seu maior rival, é um feito histórico.

Outro grande momento, foi quando Ronaldinho Gaúcho atuava pelo Milan, e em pleno Camp Nou, vestindo a camisa do time italiano, saiu na foto oficial do clube catalão. É algo inimaginável, o tamanho de Ronaldinho para o Barcelona e para o futebol mundial, é algo quase inexplicável.

Ronaldinho Gaúcho marcou gerações, encantou o mundo inteiro. Poderia ter sido muito mais do que foi, mas aquilo que vimos, poucos conseguirão fazer. Ronaldinho com toda certa, foi um dos melhores jogadores da história do futebol, mesmo que por pouco tempo.

Gostou do nosso conteúdo ? Então se registre em nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manter bem informado.
Um lugar perfeito para receber tudo que sai do AG é o canal no Telegram. Também no chat pode conversar com mais de 1.000 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se você procura os Pros acesse também os Tipster Profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Melhores Casas de Apostas
3,3 rating
Aposta Grátis de 30$ mais um bônus de 100% até um máximo de 40 dólares.
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 1000 reais.
3,3 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 200 Reais, mais Freebet de 50 Reais.
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 650 reais.
3,3 rating
Não tem bônus de Boas vindas para a apostas esportivas online.
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 150% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 150 reais.
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
4,0 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.
3,3 rating
Bônus de 100% sobre o valor do seu depósito até um máximo de 200 reais.
Código Promocional para aceder ao Bônus: BR200
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 777 reais.
5,0 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120
5,0 rating
O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.
3,3 rating
Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
3,8 rating
Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.