Medida que libera a volta parcial dos torcedores aos estádios, havia sido divulgada nesta quarta-feira. No entanto, decisão já teve a negativa do prefeito do Rio de Janeiro.

DECISÃO TÉCNICA OU BOM SENSO

Em meio à uma segunda onda de infecção por coronavírus, o Brasil segue com a indefinição sobre a volta do público aos estádios de futebol.

No país, praticamente todos os serviços voltaram a funcionar, mas a grande massa ainda não pôde voltar a frequentar as arquibancadas.

Nesta quarta-feira (13), uma esperança para aqueles que anseiam por assistir uma partida de futebol in loco. Uma Nova Medida foi publicada, em resolução conjunta das secretarias de Saúde do estado e município do Rio de Janeiro.

Nela, costa que os jogos de futebol poderiam comportar torcedores, e a quantidade de público nos estádios dependeria da classificação de risco da COVID-19 na região onde a partida seria realizada.

Caso a região da partida for classificada com risco moderado, um total de 20% da capacidade do estádio poderia estar presente, com um distanciamento de dois metros entre os torcedores.

Já, se o risco for considerado alto, a capacidade seria reduzida para 10% do montante total comportado pelo estádio, com uma distância de três metros entre cada torcedor presente.

Enquanto muitos comemoravam a volta do público em partidas de futebol, o prefeito do Rio de Janeiro tratou de jogar água fria em toda essa euforia. Em sua rede social, Eduardo Paes deu a seguinte declaração:

A decisão de liberar os estádios com uma ocupação mínima de 1/10 está correta tecnicamente de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser fiscalizada. A medida será revogada.

O prefeito optou por uma medida mais próxima do bom senso, e foi extremamente político nas suas palavras. Não retirou a autoridade dos órgãos de saúde, avaliou como correta a decisão técnica, mas assumiu a dificuldade do sistema como um todo em controlar o acesso e
trânsito do público.

Prefeitura do Rio libera público nos estádios mas volta atrás

Tudo neste momento é político. Aquele que determina a revogação da medida também é, e acaba levando em conta a “resposta” do povo diante de certas decisões. Vale lembrar isso já aconteceu e noticiamos isso neste artigo: Prefeitura do Rio libera público nos estádios.

Essa medida não caiu bem nos primeiros momentos, e quanto mais tempo fosse deixada “ativa”, mais confusão iria causar. Aqueles que liberaram para torcedores, talvez observaram apenas a parte interna dos estádios, mas esqueceram do intervalo, os banheiros, o metrô e
transporte coletivo em geral, a evacuação, a entrada, aqueles que tomam uma cervejinha antes de entrar.

Absolutamente nada indica segurança para que o público retorne aos estádios. Qualquer medida que vá contra esta premissa, estará colocando a todos em risco. Diferente daqui o Público de volta aos jogos de futebol na Europa.

Lembrando que os números de contaminados e mortos no Brasil voltou a crescer, e as UTI’s voltaram a ficarem superlotadas.

TORCIDA NESSE MOMENTO SERIA INCOERENTE

Embora estejamos já em 2021, estamos a presenciar o final da temporada 2020. Em 80% desta temporada não tivemos público nos estádios, muitos clubes passaram por enormes dificuldades financeiras quanto a isso.

Claro que se a grande massa pudesse voltar a comprar ingressos e consumir os produtos dentro e em volta aos estádios, o fluxo de caixa de clubes e pessoas que se aproveitam do futebol para trabalhar, iria aumentar consideravelmente.

O problema é que se até agora tudo era considerado perigoso, porque mudar? O que mudou desde o começo da pandemia para que alguma medida fosse criada?

Tínhamos a ideia de que se pegássemos o vírus uma vez, o nosso corpo já estaria imunizado para a doença. No entanto, há diversos casos de nova contaminação, inclusive resultando em morte.

Já não é possível que as autoridades públicas controlem a aglomeração de torcedores de clubes participantes em decisões (vide os torcedores do São Paulo que armaram uma multidão para assistir o jogo contra o Grêmio pela copa do Brasil).

Imaginem a multidão que vai se reunir para torcer pelo Palmeiras na final da copa Libertadores (fora do estádio), e podendo ainda ter a torcia do Santos também envolvida.

TORCIDA NESSE MOMENTO SERIA INCOERENTE

Ainda teremos a final da copa do Brasil e a resta final do Campeonato Brasileiro. O povo não respeita até quando são proibidos de se juntarem para torcer, imagina com uma liberação.

Eu não vejo a hora de tudo isso acabar, e podermos ir aos estádios novamente. Mas embora a política no Brasil seja imunda, e atolada de gente querendo se auto promover, desta vez o político agiu certo, acredito.

Vamos esperar só mais um pouco, e torcer para que tudo acabe logo. Vem vacina!

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Canal do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Casas de Apostas
3,5 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 200 Reais, mais Freebet de 50 Reais.
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 650 reais.
3,3 rating
Não tem bônus de Boas vindas para a apostas esportivas online.
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 150% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 150 reais.
3,8 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.
4,0 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
3,8 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.
3,3 rating
Bônus de 100% sobre o valor do seu depósito até um máximo de 200 reais.
Código Promocional para aceder ao Bônus: BR200
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 777 reais.
5,0 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120
5,0 rating
O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.
3,3 rating
Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
3,5 rating
Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais
3,5 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.