Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Palpites e Dicas de Apostas Dustin Poirier vs Justin Gaethje – UFC Fight Night

Dustin Poirier vs Justin Gaethje – UFC Fight Night: Depois de uma semana repleta de emoções no mundo do MMA, o óctogono desloca-se este fim de semana para o sudoeste norte americano

Mais propriamente para Glendale no Arizona onde terá lugar mais um card recheados de lutas interessantes.

Aguardado com expectativa, temos um evento principal da noite onde se defrontam dois “top ten” da divisão de pesos-leves, respetivamente nº5 e nº6 da divisão, Dustin Poirier e Justin Gaethje.

Dustin Poirier de 29 anos tenta posicionar-se decisivamente na “short list” de pretendentes ao título de até 70,3 kg.

Apesar da idade poder induzir o contrário, a verdade é que Poirier é já um veterano destas andanças e com tremenda experiência de óctogono.

O lutador da ATT começou por dar nas vistas a nível local no sul dos EUA de onde é natural e chegou eventualmente ao WEC, a extinta organização de luta famosa por ter revelado bastantes talentos de categorias mais baixas de peso.

Em 2010 a WEC foi comprada e fundida no UFC juntamente com o seu “roster”de lutadores onde se incluía Dustin Poirier.

Dentro do óctogono, Poirier optou inicialmente por descer para a naquele momento novíssima divisão de pesos-pena e curiosamente até detém uma vitória sobre o na altura estreante no UFC e atualmente campeão incontestado da divisão, Max Holloway.

A verdade é que durante a sua passagem pelos penas, Poirier acabou sempre por sofrer derrotas capitais quando se aproximava da disputa de cinturão e após a derrota em 2014 frente a Conor McGregor, Poirier optou por voltar a subir para a sua categoria natural de peso-leve.

Essa decisão pareceu revelar-se acertada pois Poirier mostrou-se com energia revigorada e voltou a compilar boas séries de vitórias mas mais uma vez também soçobrou quando poucos esperavam ao ser nocauteado em 2016 por Michael Johnson.

Depois desse momento, Dustin fez mais três lutas e venceu duas enquanto a outra terminou num “no contest” após ter sofrido uma joelhada ilegal na luta frente a Eddy Alvarez.

Justin Gaethje de 29 anos procura aqui no seu estado natal voltar à senda das vitórias, isso após ter sofrido a primeira derrota da carreira na sua última luta frente a Eddy Alvarez.

Campeão estadual de wrestling e com “pedigree” All American da Div. I da NCAA, Gaethje, à semelhança de muitos lutadores americanos com o seu tipo de “background”, transicionou para o MMA amador e posteriormente profissional onde rapidamente começou a compilar vitórias em organizações de menor expressão.

O seu estilo especialmente finalizador chamou a atenção para outros voos e em 2013 Gaethje estreou-se no WSOF onde manteve a sua matriz vitoriosa alcançando eventualmente o cinturão de peso-leve da organização e defendendo o mesmo por cinco diferentes ocasiões.

A determinada altura do seu reinado invicto no WSOF, Gaethje tornou-se quase unanimemente considerado o melhor peso-leve do planeta a não estar assinado pelo UFC.

Finalmente em 2017 Gaethje assinou com a maior organização mundial de MMA, o UFC, e estreou-se nada mais nada menos com aquela que seria considerada posteriormente a melhor luta do ano ao derrotar por TKO Michael Johnson.

Seguiu-se então aquela que foi a sua última luta quando no final do ano passado sofreu a sua primeira derrota profissional ao ser derrotado por TKO por Eddy Alvarez.

Até ver estamos perante uma das lutas mais esperadas de 2018. Dois lutadores de mãos pesadas e que não tem problemas em se envolver em disputas cerradas e sangrentas.

Poirier está à partida aqui a ser considerado o ligeiro favorito, algo que até consigo concordar tendo em conta que o integrante da ATT parece-me ser um lutador mais completo, de recorte mais fino e experiente.

Desde que voltou para o peso-leve e especialmente com o tempo que já leva de American Top Team, temos visto um Poirier cada vez mais com um jogo de pés aprimorado, com entradas e saídas do “pocket” bem temporizadas, assim como um wrestling ofensivo que se tem revelado decisivo em muitas das suas recentes vitórias.

Palpites e Dicas de Apostas Dustin Poirier vs Justin Gaethje:

Dito isto tenho algumas dúvidas em como Poirier poderá fazer valer a sua vontade frente a Gaethje.

Este caracteriza-se por ser um lutador que impõe uma pressão absolutamente insana que maior parte das vezes lhe tem rendido dividendos mas também faz que se exponha mais à rápida exaustão.

Contudo, a pressão imposta por Gaethje gera caos, e é nesse caos que tenha sérias dúvidas que Poirier sobreviva.

Evidentemente que Poirier, tendo em conta a sua experiência não é um lutador alheio a “slugfests”, mas é sem dúvida muito mais efectivo quando é ele a impor o ritmo e a coordenar a ação, algo que penso que não conseguirá fazer contra Gaethje.

Depois sinto que Poirier é um lutador que diz a si mesmo mentalmente que tem de fugir das trocas loucas de golpes dentro do “pocket, uma espécie de atração que o próprio tenta afastar de si.

Já Gaethje é precisamente nesse mundo de loucura que se sente confortável, pois é apenas dessa forma que sabe combater. Isso traz na minha opinião uma vantagem mental para Justin.

O propalado wrestling de Poirier que lhe tem valido de muito nas suas recentes lutas não me parece aqui que consiga ter uma efetividade decisiva pelo simples facto de que Gaethje é dificil de derrubar e ainda mais de manter em baixo.

Caso a luta entre no “clinch” ambos são capazes de causar estragos nesse cenário, mas até ver tenho mais confiança no queixo de Gaethje do que na durabilidade de Poirier.

Não obstante, Gaethje vem de uma derrota que espelhou mais visivelmente algumas das suas falhas, nomeadamente a forma como Alvarez usou os golpes contundentes ao corpo para abrandar e degradar a durabilidade de Gaethje, algo que Poirier pode aproveitar para repetir, embora este não tenha por hábito golpear constantemente ao corpo.

Ou Poirier acha um golpe definitivo no início do combate ou parece-me que poderemos ver um Gaethje a ganhar terreno e como é seu apanágio a vir constantemente para a frente do adversário usando a sua habitual guarda alta para se proteger.

Aí deverão começar a entrar os seus “low kicks” que causem desconforto e distração até que entre um dos seus potentes ganchos que eventualmente magoem Poirier.

E contrariamente ao seu adversário acredito que se Poirier sentir os golpes simplesmente não vai aguentar a pressão e acabará por capitular.

Prognóstico para ApostasOddUnCasa de ApostasEstado
Justin Gaethje
2.25
10
BetfairPerdida

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.