A campeã italiana, agora vira a chave e reúne forças para tentar avançar à final da Champions, 5 anos depois. A equipe ainda precisa passar pelo Lyon, e reverter uma importante desvantagem.

PÉSSIMA SEQUÊNCIA LIGA UM SINAL DE ALERTA?

A Juventus mais uma vez foi campeã italiana, e já soma 9 títulos consecutivos. A conquista se deu por muitos méritos, principalmente pela regularidade ao longo da competição. Assim como escrevi no texto sobre o título da Vecchia Signora, por vezes se questionou se este seria o momento do fim da soberania da equipe de Cristiano Ronaldo.

Não Foi! Mas é importante que se diga, que os constantes tropeços dos rivais mais próximos, foram fundamentais para que mais um título fosse conquistado. A Juventus teve problemas durante a liga, mas foi regular.

Individualmente tem muito potencial, e vários jogos se decidiram desta forma. Uma equipe precisa disso para vencer pontos corridos, mas para lidar com a pressão de reverter uma desvantagem, não pode ter uma atuação desequilibrada.

A sequência mais recente é muito ruim, e talvez possa servir de exemplo para o jogo decisivo. A equipe conquistou o título com duas rodadas de antecedência, e perdeu os dois jogos finais. Porém, a sequência anterior já vinha evidenciando um desgaste, e a equipe agora soma 3 derrotas e dois empates nos últimos 7 jogos.

Os jogos diante da Atalanta, Sassuolo e Udinese, ainda antes de conquistar o título, servem de aprendizado, mas também como uma vitrine para o Lyon, que terá de segurar a vantagem que tem.

Nestes jogos a Juventus sofreu 7 gols. Contra a Atalanta, inclusive, muitas vezes foi dominada na partida, com a equipe de Bérgamo tendo mais posse, e mais agressiva durante boa parte do jogo. O mesmo aconteceu contra o Sassuolo, em um empate de 3-3, onde teve menos posse, menos finalizações, e sofreu três tentos.

PÉSSIMA SEQUÊNCIA LIGA UM SINAL DE ALERTA?

Contra a Udinese um cenário que deve ser parecido com o que encontrará na Liga dos Campeões: agressividade maior, mais posse de bola, mais chegada à frente. Por outro lado, cedeu alguns espaços, sofreu com as transições, e convenhamos, a Udinese é muito menos perigosa que a equipe francesa.

A tendência de quem vê esta sequência, é imaginar que o time relaxou pela proximidade do título. Não é verdade. A equipe sofreu, tentou e não conseguiu ser dominante, e isso para um jogo eliminatório, é preocupante.

O QUE ESPERAR DA JUVE NA RETA FINAL?

O técnico Maurizio Sarri se mostrou um bom comandante desta equipe em uma competição de tiro longo. Mas tem se provar neste jogo contra o Lyon, e fazer da Juventus mais dominante do que tem sido.

Perdeu Douglas costa, que dava boa condição de amplitude e agressividade pelo lado direito. Bernardeschi é quem deve entrar no time, fazer trio de ataque com Cristiano Ronaldo e Dybala. Tem um time forte fisicamente, com meio-campo marcador, mas por vezes lhe falta mobilidade, principalmente para lidar com defesas muito bem postadas.

O título desta temporada trouxe a menor marca de pontos da equipe, e também uma baixa média de gols, somando 76 em 38 jogos, perdendo de longe para a Atalanta com 98.

É menos incisiva, prefere o equilíbrio de um time que não se arrisca tanto, e mantém uma forte defesa. Porém, para este jogo necessita ser agressiva, e isso representa uma dificuldade nos tempos atuais.

A individualidade tem grandes chances de fazer a diferença desta vez, mas não lhe dá tanta moral para a continuidade da liga, quando esta for decidida em jogo único, em partidas realizadas em Portugal.

Se passar pelo Lyon, que tem contra si a falta de ritmo de jogo, pode encarar o Manchester City e o Real Madrid. Ambos são equipes que querem ter mais a bola, e jogam com linhas mais altas. Diante deste tipo de adversário, o meio-campo marcador, e um ataque rápido, pode ser muito útil.

AZARÃO

Na minha opinião, o maior problema da Juventus é neste primeiro jogo, onde terá que ser melhor do que foi contra equipes menores, para passar de fase. Depois disso, um padrão de forte marcação, e boas transições ofensivas, podem surtir algum efeito.

Mesmo com o título da liga italiana, a Juventus não leva o favoritismo para a Liga dos Campeões. Fica atrás até mesmo de Leipzig e Atalanta, e paga uma alta quantia que chega a odd 17.00
.

É a quarta força do seu lado da chave, atrás de Bayern, City e Barcelona, respectivamente e sua odd para chegar à final é de 9.00. Todas opções de mercados encontradas na Bet365.

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Chat do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casas de Apostas
1xBET

Bônus de 100% do depósito até um máximo 500 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120

BET365

O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

BETFAIR

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22BET

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.

BETBORO

Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.

NETBET

Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais

BETWAY

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.