O Benfica, do técnico Jorge Jesus, foi eliminado na fase classificatória para a Liga dos Campeões 2020/2021. O técnico recentemente abandonou o futebol brasileiro. Será que fez a escolha certa?

TEMPORADA DO BENFICA MAL COMEÇOU E JÁ ACABOU

Na última terça-feira, 15 de setembro, o Benfica foi até a Grécia para a disputa de um playoff classificatório, para entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões. O modo de disputa era em partida única, e o Benfica perdeu por 2-1, e foi precocemente eliminado da competição europeia.

A partida teve predomínio do Benfica, principalmente pelo desempenho no primeiro tempo. Muita pose de bola, volume ofensivo, intensidade.

Em dado momento a posse de bola chegou na casa dos 70%, mas no final, ainda se viu que lhe faltam peças para um time realmente competitivo a nivel europeu.

Este foi o primeiro jogo oficial de Jorge Jesus no comando do Benfica, e a temporada da equipe, passava diretamente pela classificação para a Liga dos Campeões.

O Benfica apostava muito na classificação para a Champions League, para ter visibilidade durante a temporada. Foi um dos clubes que mais investiu nessa janela de contratações, totalizando mais de 80 milhões de euros em contratações.

No Brasil, o clube buscou Everton Cebolinha, destaque do Grêmio e constantemente convocado por Tite para a Seleção Brasileira. Ainda contratou Pedrinho, do Corinthians, e Gilberto, do Fluminense. Na Europa, surpreendeu ao contratar Jan Vertonghen, e tentar uma milionária investida pelo uruguaio Edinson Cavani.

TEMPORADA DO BENFICA MAL COMEÇOU E JÁ ACABOU

Tudo para dar a Jorge Jesus o elenco competitivo que queria, e que seria uma exigência para voltar a sua casa. O Benfica ao longo dos anos se consolida como um clube vendedor, e dessa vez gastou o que tinha e o que não tinha, para participar de uma Liga dos Campeões que durou 90 minutos.

VALEU A PENA PARA JORGE JESUS?

É necessário que se diga, que Jorge Jesus impôs em seu contrato, um grupo de clubes ao qual o Flamengo deveria facilitar uma negociação.

O Benfica era um deles, portanto, o pensamento do treinador já estava pré-estabelecido, em voltar pra Europa, e se não houvesse propostas de um clube de ponta, voltar a Portugal.

A passagem de Jesus pelo Brasil foi brilhante, mas para ele, inicialmente servia como um trampolim para a volta definitiva ao mercado europeu. Não deu certo.

Fez a melhor campanha da história do Flamengo e nem assim despertou o interesse de um clube competitivo. Foi uma frustração, e não se via em 2020, a mesma energia do português à beira do gramado.

Sua volta para casa, não foi por amor. Vislumbrou a chance de ser mais visto, ao dirigir o Benfica em uma boa campanha na temporada. Para isso, exigência por um grupo competitivo, e contratações caras para o nível do Benfica.

O presidente, que busca a reeleição, teve de abrir os cofres. Os vexames da última temporada, só seriam esquecidos com contratações e boa campanha.

Tudo isso fazia parte de um plano. O presidente ganhar a eleição, voltar a vencer o Campeonato Português, e ainda, revender esses jogadores comprados, trazendo lucro ao clube. Para Jesus, vitrine, algo que não teve suficientemente no Flamengo.

JUNTAR OS CACOS

Agora o treinador vai ter que se contentar com as disputas secundárias, e tentar fazer de poucos limões, uma grande limonada. A visibilidade que tanto queria, vai ser menor, e para ter algum reconhecimento fora das fronteiras de Portugal, terá de fazer uma campanha nível Flamengo.

O grande sonho era um protagonismo na Liga dos Campeões, e terá de se contentar com a Liga Europa, onde estará na fase de grupos. Podemos dizer que ainda assim, é melhor que disputar apenas a liga local, ainda tem certa repercussão na Europa, mas se comparada a competição principal, é um pouco sem graça.

Para que esse projeto venha a valer a pena para Jesus, teria de ter boas equipes entrando na Liga Europa na fase de playoffs, e chegar até a final. Senão, ninguém vai lembrar da trajetória do português nessa temporada 20/21.

Jesus chegou com o discurso de retomar a hegemonia do campeonato nacional, e nesse momento, vai se limitar a exatamente isso. É frustrante, sem dúvida.

No Brasil, Jorge Jesus tinha algo que o Flamengo proporciona como poucos: muita mídia. Era aclamado por jornalistas, e seguidas matérias em todos canais esportivos. Na Europa ele é mais um, não é considerado um extra classe, como os brasileiros o tratavam.

Escolheu a possibilidade de mostrar seu trabalho mais de perto. Não é totalmente passível de críticas, mas começou muito pior do que nos seus melhores sonhos.

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Chat do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casas de Apostas
1xBET

Bônus de 100% do depósito até um máximo 500 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120

BET365

O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

BETFAIR

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22BET

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.

BETBORO

Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.

NETBET

Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais

BETWAY

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.

Ultimos Artigos