A entidade que comanda o futebol na América do Sul, decidiu liberar jogadores do Boca Juniors que testaram positivo para covid-19, a estarem presentes no pela Copa Libertadores diante do Libertad.

CONMEBOL IGNORA SEU PRÓPRIO PROTOCOLO?

A temporada 2020 no futebol mundial, é totalmente atípica, e todos clubes e instituições tem ciência disso. No entanto, a polêmica desta semana que envolve a Conmebol, Boca Juniors e Libertad, vai muito além de acontecimentos passíveis de compreensão.

A Conmebol autorizou que atletas do clube Boca Juniors, integrassem a delegação que viajou para o Paraguai, para enfrentar o Libertad, nesta quinta-feira.

O clube argentino, notificou no início do mês de setembro, que 18 jogadores do time principal estavam infectados pelo Corona Vírus. Naquele momento, uma preocupação com as datas da Copa Libertadores, e de como o clube iria ser prejudicado caso esses atletas fossem impedidos de jogar.

O Libertad alega que a Conmebol infringe seu próprio protocolo, ao fazer com que jogadores infectados possam ter contato com outros jogadores e arbitragem.

“O cumprimento estrito dos protocolos sanitários é inegociável, as regras são claras e são para todos, sem exceção”, alega o clube paraguaio.

A decisão da Conmebol, de liberar uma quantidade de jogadores infectados, teve respaldo do Ministério da Saúde do Paraguai. Ambos, se apoiam nas diretrizes da Organização Mundial da Saúde, que informa que pessoas diagnosticadas com covid-19, há mais de 10 dias sem apresentar sintomas, não tem potencial de transmissão.

CONMEBOL IGNORA SEU PRÓPRIO PROTOCOLO?

A Conmebol alterou seu próprio documento de protocolos, colocando um adendo em uma das regras. Na aba recomendações, onde adicionou que em positivados, assintomáticos, o isolamento pode cessar após 10 dias. O curioso que isso foi acordado após o caso do Boca Juniors, pois até então, o protocolo era irredutível.

LIBERTAD AMEAÇA ENTRAR NA JUSTIÇA

O Boca Juniors não levou todos os jogadores que testaram positivos para Covid-19. Fez novo teste, e aqueles que foram constatados como negativos para a doença, estão na delegação.

No entanto, alguns jogadores que estavam entre os infectados, foram liberados para viajar, são os casos de: o zagueiro Zambrano, o lateral Más, e os meias Campuzano, Cardona e Maroni.

O Libertad está em total desacordo da decisão, e observa a possibilidade de entrar na justiça desportiva para ganhar os pontos da partida. Segue abaixo o comunicado do clube paraguaio, na terça-feira.

“O Clube Libertad anuncia que nas próximas horas tomará as ações judiciais cabíveis, a fim de salvaguardar a saúde e a própria vida não só dos sócios do clube, mas também de todos os nativos ou estrangeiros residentes no Paraguai”.

O assessor jurídico do Libertad, Gerardo acosta, foi mais comedido nas palavras. Disse que estão todos aprendendo com a nova situação, e que o clube agirá com cautela. A disputa jurídica pelos pontos é uma possibilidade.

A CONMEBOL ACERTA EM TOMAR TAL DECISÃO?

A Conmebol, assim como o Ministério da Saúde paraguaio e a própria OMS, entendem que haja uma diferenciação entre os infectados e os que possam ter capacidade de transmissão.

Aqueles que não apresentam sintomas, em teoria, não podem mais passar a doença adiante, e isso seria o suficiente para que estes fossem liberados para jogar.

Não entrando no mérito de esta afirmação estar certa ou errada, pois existem autoridades perfeitamente capazes de nos informarem acerca disto. Mas em um aspecto de competição, a Conmebol tem um histórico de benefícios à clubes argentinos, e isso aumenta a indignação dos paraguaios.

O protocolo da entidade era claro, segundo o Libertad, e foi alterado justamente para não prejudicar o Boca Juniors. Embora possa parecer histeria dos paraguaios, a Conmebol acaba por abrir uma brecha perigosa para o restante da Copa Libertadores.

A CONMEBOL ACERTA EM TOMAR TAL DECISÃO?

Se o Libertad realmente entra na justiça, abre um precedente para todos aqueles que se sentirem prejudicados, façam o mesmo. Se os clubes não entenderem que isso é seguro, cada vez mais haverá questionamentos, ações, e a competição não anda.

Quem vai fiscalizar se os atletas e membros da comissão técnica, infectados com o covid-19, realmente não apresentaram nenhum sintoma nos 10 dias anteriores?

Tudo isso entra em um ciclo perigoso, de questionamentos, duvidas uns aos outros, e a instituição e a própria competição entram em descrédito. Não seria muito mais fácil a Conmebol, antes de alterar seu documento, ter uma reunião com os representantes dos clubes, e a partir dá, tomar uma decisão?

As ações da Conmebol acabam sendo dignas de questionamentos, sim. Pois é um órgão que acusa, julga e pune, e basta os clubes assistir e acatar. Esperemos que o Libertad não entre na justiça, de fato, pois senão, a Copa pode ser interrompida mais uma vez.

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Chat do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Casas de Apostas
Rivalo

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 777 reais.

1xBET

Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120

BET365

O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

BETFAIR

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22BET

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.

BETBORO

Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.

NETBET

Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais

BETWAY

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.

Ultimos Artigos