PALPITES E DICAS DE APOSTAS ESPORTIVAS BRASIL


Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Toronto Raptors campeão da NBA

Após uma série final de muita dedicação, o Toronto Raptors pode dizer que é campeão da NBA. O título foi conquistado na Oracle Arena, em Oakland, sobre um dos melhores times da história recente da liga.

Toronto Raptors campeão da NBA: O merecido grito de “É Campeão!”

O Toronto Raptors fez de tudo para parar o forte time do Golden State. Na última partida da Oracle Arena como casa do Warriors, quem fez a festa foi o time do Canadá.

Mais uma vez, o jogo sem bola do Toronto foi fundamental na prática da equipe e no resultado final do jogo. Manteve o Warriors quase sempre longe de boas investidas no garrafão, conseguia efetuar uma boa defesa nas infiltrações.

Como consequência de um jogo bastante dinâmico, por vezes não conseguia defender bem o perímetro. Com isso, Klay Thompson conseguia ser efetivo na sua especialidade, que era o chute de 3 pontos, e converteu 4 no total. Klay foi o cestinha da partida, com 30 pontos.

Toronto Raptors campeão da NBA

Sem Durant em quadra, o Toronto tinha a incumbência de parar Curry, e foi muito bem, pois marcava bem suas movimentações, impedia muitos avanços por dentro do garrafão.

Embora Kawhi Leonard não tenha contribuindo com uma grande soma de pontos (neste jogo marcou 22 pontos), mais uma vez a rotação do Raptors foi um primor. Lowry e Siakam foram os maiores pontuadores da equipe, com 26 pontos, e ainda teve Vanvleet com 22 e Ibaka com 15.

Para o Warriors, as chances eram com uma maior força no garrafão, e acertar os tiros de média distância. Se a segunda opção não deu tão certo, a ideia era ganhar os embates embaixo da cesta.

Cousins entrou e anotou 12 pontos, deu mais força no setor para a equipe da casa, mas não foi suficiente para ganhar de um coletivo muito encaixado do adversário.

O fator decisivo para a virada do Raptors foi a lesão de Klay Thompson, no final do terceiro quarto. Um bonus para os raptors.

Um bonus para os raptors

Ele que vinha onfire na partida, conectando muitos arremessos, e dificultando a marcação do perímetro por parte do Raptors, acabou caindo em quadra, bateu o joelho e não teve mais condições de continuar.

Sem Durant e sem Thompson, ficava mais fácil encaixar a marcação, pois Curry ficou sozinho para buscar arremessos do perímetro, o time não conseguia vitórias pessoais no garrafão.

A vitória por 114-110 deu o título inédito ao Toronto Raptors que entrou para a história como primeiro time do Canadá a conquistar a liga.

Os expoentes da campanha

Em primeiro lugar, temos que falar de quem foi eleito o MVP das finais.

Kawhi Leonard foi justamente consagrado como o grande jogador das finais dessa edição da liga, e se neste último jogo ele contribuiu com menos pontos do que de costume, precisamos lembrar que ele levou nas costas o time até essa final, bateu Sixers na última bola do jogo 7, foi um monstro diante do favorito Milwaukee Bucks, e de 6 jogos da final, brilhou em todos.

Lowry, Vanvleet e Siakam, tiveram papel fundamental na conquista desse título. Além da dedicação no jogo sem bola, conseguiram fazer um papel fundamental quando Leonard tinha boa marcação. Dividiam a responsabilidade de marcar pontos em quase todos os jogos.

Essa foi a grande diferença em relação ao Warriors, que tinha uma centralização em Curry e Thompson, mas não tinha o coletivo forte como teve o Raptors.

Ao treinador do time, Nick Nurse, que conseguiu fazer deste time um potencial enorme em marcação. Intensidade nos 4 quartos da maioria das partidas. Fez desse time uma máquina na temporada regular, ficando a frente inclusive do Warriors.

A todos os jogadores que compuseram este time, principalmente os que jogaram as finais.

O Raptors conseguiu fazer o que o Cavaliers de LeBron James e o Rockets de James Harden não conseguiram. Ambos os times tinham uma centralização absurda nos seus melhores jogadores, e que tão pouca ação sobrava para seus auxiliares.

O Raptors tinha em Kawhi claramente seu balizador, mas conseguia se moldar quando este não tinha condições. Soube jogar de uma forma harmoniosa com outros jogadores.

Teve um jogo coletivo de dar aula para todos, e mostrou que um time que tem intensidade e humildade para se postar menos agressivamente quando enfrenta um adversário de grande qualidade.

Com certeza podemos dizer que ao final da temporada 2018/2019, o melhor time venceu. Se não o que tinha os melhores jogadores, mas que tinha o melhor elenco, o melhor jogo coletivo e o maior nível de concentração.

O título ficou em muito boas mãos. Parabéns!

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.
Telegram Apostaganha
SOCIALICON
Bet365