Palpites e Dicas de Apostas Esportivas Brasil e Bônus das Casas de Apostas

Lewis Hamilton: Entre os maiores da história da Fórmula 1

O piloto britânico Lewis Hamilton sagrou-se hexacampeão da Fórmula 1 nesta temporada de 2019. O amplo predomínio de Hamilton mostrou claramente a distancia entre as escuderias, inclusive entre grandes pilotos.

Hamilton poderá ser um novo Schumacher?

Após mais um título conquistado por Lewis Hamilton, ainda mais da forma incontestável como foi nesta temporada de 2019, as comparações com outros grandes vencedores da categoria é inevitável.

hamilton-brasil

Dono de seis títulos da Fórmula 1, o britânico se aproximou ainda mais do alemão Michael Schumacher, que é atualmente o maior vencedor da categoria, com 7 títulos do mundial de pilotos.

Hamilton vem obtendo recordes e seguindo os passos de Schumacher. O alemão era simplesmente o dono da Ferrari, e mesmo dividindo a escuderia com grandes pilotos, jamais foi contestado como o preferido da montadora italiana, inclusive com estratégias para sempre ser o vencedor.

Hamilton também é soberano nas suas equipes, em diversas oportunidades, estratégias de corrida beneficiaram o britânico, que vai empilhando vitórias, títulos e recordes.

Em 2008, Hamilton se consagrou como o campeão mais jovem da história da Fórmula 1, aos seus 23 anos. Posteriormente esta marca foi superada por Sebastian Vettel, ao qual foi o grande rival de Hamilton pelo título mundial nas últimas temporadas.

A temporada quase perfeita de Lewis Hamilton

Vem sendo cada vez mais difícil disputar os primeiros lugares com os melhores do grid, e agora Hamilton aparece como o piloto a ser batido, até mesmo por grandes campeões como Vettel.

Em 2019, logo no início era possível ver a diferença entre todos os competidores e as escuderias. Foram 8 vitórias consecutivas da Mercedes, sendo 6 dobradinhas com Bottas, e destas, seis vitórias foram de Hamilton.

A Ferrari era a maior força que poderia impedir um título antecipado de Hamilton, e correndo muito por fora, a Red Bull.

Mas embora os italianos da Ferrari tivessem buscado no verão uma série de atualizações e resultados positivos em pouco tempo, como 3 vitórias em 6 corridas, ainda assim, no contexto geral, a regularidade de Hamilton se sobressaía.

Esta tal regularidade ficou evidente, pois Lewis Hamilton conseguiu pontuar em todos os Grandes Prêmio, igualando o feito que apenas Michael Schumacher conseguiu alcançar.

Hamilton conseguiu ainda ao final da temporada, o que se chama no automobilismo de Grand Chelem. Esta terminologia significa quando um piloto consegue a pole position, a volta mais rápida da prova, e vence o GP liderando da primeira a última volta sem ser ultrapassado.

Quais são os próximos passos na fórmula 1?

Com a intenção de proporcionar maior competitividade entre os pilotos, a FIA busca algumas mudanças para as próximas temporadas, em relação aos carros, investimentos das escuderias, e regras das provas em geral.

Essas mudanças não devem ocorrer ainda para 2020, então até lá a expectativa é de um predomínio dos mesmos nomes para a próxima temporada, com destaque mais uma vez para Hamilton.

Existem boatos que o piloto britânico poderia assinar um contrato com a Ferrari, o que ainda não é confirmado entre as partes. Hamilton pode ultrapassar ainda na próxima temporada, o número de vitórias de Michael Schumacher, e igualar ao títulos de pilotos que tem o alemão.

Tudo isto pode acontecer na escuderia que Schumacher se sagrou o maior vencedor da história. Por outro lado, nas últimas temporadas a Ferrari vem se destacando muito negativamente em relação a decisões tomadas, estratégias de provas, e uma fragilidade de seus carros.

Hamilton não deve ter em mente buscar novos ares se não for para brigar de fato por mais um título. As marcas individuais do britânico vem sendo marcadas na história, e neste momento de extrema ascensão, não acredito que pouse em um ambiente conturbado.

Em relação aos outros pilotos, Sebastian Vettel segue na teoria como aquele mais capaz de interromper a sequência de Hamilton. No entanto, o clima na Ferrari vem sendo cada vez menos propício para o alemão voltar à briga de fato pela liderança.

Max Verstappen teve momentos de alta qualidade à frente da RBR, e Charles Leclerc surgiu como um piloto de alta margem para evolução. Tudo isso vai depender de como as escuderias vão se comportar para a próxima temporada, depois de tanto predomínio da Mercedes e Lewis Hamilton.

Se por um lado, estamos presenciando a história ser escrita com um dos maiores vencedores de todos os tempos, por outro lado, não vemos muitas mudanças quanto às monótonas corridas que vem acontecendo. De qualquer forma, Hamilton se mantém como o melhor da atualidade.

Outros links Apostaganha onde você pode obter mais informações exclusivas:

Entre no nosso Telegram Oficial se quer receber todas Dicas, Palpites, Prognósticos, Destaques, Tutoriais, Promoções e muito mais…Clique aqui e assine o CANAL oficial do Apostaganha Brasil.

Mas se quer conversar conosco também no Telegram através do CHAT clique aqui…Assista também a todos os nossos podcasts e dicas de apostas no nosso canal de Youtube. Se gosta de outras redes sociais segue-nos no Instagram.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *