Palpites e Dicas de Apostas Esportivas Brasil e Bônus das Casas de Apostas
Palpites e Dicas de Apostas

        As melhores análises aos melhores sites de apostas online no Brasil e trading Esportivo!

Internacional 2020 – Pés no chão para se restabelecer

O Internacional precisa se remontar como instituição, e desde que voltou da Serie B, vem dando seguimento a este projeto após más administrações. Hoje, o clube tem os pés no chão e traça metas mais responsáveis para alcançar novamente o status que atingiu na última década.

A evolução do Inter desde a segunda divisão

O Internacional foi um dos grandes times brasileiros na última década, vencendo duas vezes em um espaço de 4 anos a Copa Libertadores, sempre com bons elencos.

Internacional 2020

O peso de más administrações foram cruciais para a queda da equipe para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Até hoje surgem notícias sobre investigações a respeito de utilização de dinheiro do clube ilicitamente, contratos mal feitos com colaboradores, etc.

Em 2017 o clube teve de mudar seu pensamento em relação à investimento, montou uma equipe condizente com a sua situação, e mesmo com algumas instabilidades, voltou para a elite nacional.

O técnico Odair Helmann assumiu a equipe, e fez um bom trabalho, mesmo com um elenco que ao meu ver era limitado.

Conseguiu montar um time competitivo, que se caracterizava pela intensidade, principalmente sem bola, e uma transição ofensiva muito forte.

O Internacional chegou até a final da Copa do Brasil, mas a perda do título para o Athletico-PR dentro do Beira-Rio, acabou por criar uma pressão enorme dentro do clube.

A sequência de temporadas sem título de expressão, e a montagem de elencos com menos “estrelas” e um futebol mais reativo, esgotou com a paciência da torcida, que exigiu uma reformulação.

A chegada de Eduardo Coudet e a busca por uma nova identidade

O técnico argentino Eduardo Coudet chegou para mudar essa condição da equipe colorada, tendo em vista que a última temporada foi de muitas críticas sobre o modelo de jogo colorado.

De uma equipe basicamente reativa, agora a tendência é um Internacional mais propositivo, de muita intensidade e bastante vertical.

As referências sobre Coudet vem do seu estilo atuando pelo Racing campeão da Superliga argentina, com uma equipe bem ofensiva, um volante e uma linha de três meias, sempre com a ideia de zagueiros saindo para o jogo.

Pela condição mais ousada, tem um modelo de jogo que pode causar mais riscos, principalmente pelas características do futebol brasileiro.

Um bom exemplo seria o Santos de Jorge Sampaoli, que demorou um pouco para ganhar consistência, até uma boa implementação, e sofria com as respostas táticas do adversário.

coudet

Coudet chegou ao Inter com um discurso forte, segundo ele, no seu time ninguém vai caminhar, dando a entender um estilo de jogo de forte marcação e intensidade para jogar.

As contratações até aqui e a montagem de elenco ainda seguem um modelo mais responsável do clube. Sem jogadores de grande pompa, com um estilo mais intenso, porém, de menor capacidade de elevar o nível técnico da equipe.

Até aqui, dois laterais: Rodinei que estava no Flamengo e Moisés que estava no Bahia.

O primeiro muito propositivo, de bastante intensidade e vocação ofensiva, porém com dificuldades de marcação. O segundo ao contrário, muita força e marcação, mas poucas chegadas à frente.

No ataque, Marcos Guilherme e Thiago Galhardo. Jogadores de boa qualidade, que agregam ao setor mais carente da
equipe.

Falta um jogador mais afirmado, já que o meia D’Alessandro, que é a referência técnica do time, já vai encaminhando a fase final da sua carreira, e embora muito técnico, não se encaixa tanto nessas condições de intensidade pensada pelo treinador.

Projeção para a temporada

No seu campeonato estadual deve duelar mais uma vez com o rival Grêmio pelo título. Por estar num momento de transição de filosofia de trabalho e remodelação do elenco, acredito que saia um pouco atrás do seu rival.

Na Copa Libertadores vai precisar passar por dois playoffs para ingressar na fase de grupos. O que deve prejudicar um pouco sua pré-temporada, tendo que colocar suas principais peças na ativa mais cedo.

Para o campeonato nacional, hoje não tem elenco suficiente para estar como grande candidato a brigar pelo título. Para consolo de colorados, quase ninguém tem essa condição, exceto o Flamengo.

Deve ser uma equipe bem intensa, e se concentrar nas competições com modelo de playoffs, com partidas que possam ser resolvidas em um ou dois jogos. Campeonato mais longo deve ser uma dificuldade para o clube, pelo baixo poder de investimento nas últimas temporadas.

É uma reformulação que se viu necessária, mas que começa agora, então pode ser que demore um pouco até a consolidação do novo trabalho.

Outros links Apostaganha onde você pode obter mais informações exclusivas:

Entre no nosso Telegram Oficial se quer receber todas Dicas, Palpites, Prognósticos, Destaques, Tutoriais, Promoções e muito mais…Clique aqui e assine o CANAL oficial do Apostaganha Brasil.

Mas se quer conversar conosco também no Telegram através do CHAT clique aqui…Assista também a todos os nossos podcasts e dicas de apostas no nosso canal de Youtube. Se gosta de outras redes sociais segue-nos no Instagram.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *