Palpites e Dicas de Apostas Esportivas Brasil e Bônus das Casas de Apostas

Dinheiro que pode mudar a história do futebol brasileiro

Historicamente o futebol brasileiro tem características que não se vê nas principais ligas do mundo, que é a grande variação nas equipes vencedoras, ano após ano. Nas últimas temporadas já é possível identificar uma mudança nessa condição, e o motivo principal é muito claro: grande condição financeira.

Palmeiras e Flamengo no topo da pirâmide

As causas são diferentes, mas a verdade é que tanto Palmeiras quanto Flamengo foram os times que mais gastaram para montar seus elencos nas últimas temporadas, no futebol brasileiro.

Dinheiro que pode mudar a história do futebol brasileiro

O Palmeiras vinha de anos em que não conseguia grande sucesso dentro de campo, uma queda dolorosa para a segunda divisão, e uma necessidade de mudanças drásticas.

Foi então que conseguiu fechar um acordo com um patrocinador master, que estampa a “área nobre” da sua camisa. A financeira garante um aporte financeiro muito grande para os palmeirenses, que já gastaram mais de 300 milhões em contratações, desde 2015.

De lá para cá, a equipe paulista já conseguiu conquistar dois títulos do Brasileirão A, além de um título da Copa do Brasil. Esta nova fase do time palmeirense já se iguala em títulos nacionais, com a grande equipe montada nos anos 90, também com uma grande patrocinadora da época.

Já o Flamengo, é o mais novo clube a gastar uma verdadeira fortuna para a montagem do seu elenco. Somente neste ano de 2019, o clube carioca gastou mais de 200 milhões em contratações, montando um dos times mais poderosos das últimas temporadas no cenário nacional.

Ainda é cedo para mensurar os benefícios práticos em relação aos títulos conquistados pelos rubro-negros, mas os resultados vem saltando aos olhos. O Flamengo caminha para conquistar o título do Brasileirão Série A sem qualquer time ameaçar de fato a sua condição de líder.

Na Copa Libertadores volta a uma final depois de mais de 30 anos, logo em seu primeiro ano de abertura dos cofres nessa proporção.

Dinheiro gera dinheiro: Quais os benefícios dessa política de administração?

Claro que este tipo de administração tem seus riscos, mas em contrapartida podem dar um retorno espetacular aos clubes.

O balanço feito pelos palmeirenses dá conta de que a maior receita do clube não vem do patrocinador, mas sim de vendas de camisas. Então, fica fácil de ligar os pontos, e entender de que forma esta roda gira.

Contratações de alto impacto, geram consequentemente uma maior compra de camisas do clube, e a montagem de um elenco de grande qualidade acaba dando a oportunidade de disputar ao maiores títulos.

O Flamengo contratou jogadores que ainda tinham grande mercado na Europa, como Rafinha, Filipe Luís e Gerson.

Além deles, Arrascaeta que era o jogador mais cobiçado atuando no Brasil, Gabriel que foi artilheiro do Campeonato
Brasileiro por dois anos seguidos, e tantos outros atletas de qualidade.

Quais as consequências? Além de um grande time, isto fez com que as vendas de artigos do clube tivessem um salto, além de proporcionar a maior média de público do futebol brasileiro.

O Flamengo tem praticamente todas as marcas de maior público deste ano, ganha muito com bilheteria, além de faturar a premiação milionária do título nacional, a possibilidade de alto retorno com um título da Copa Libertadores, e sem mencionar nos ganhos de um possível mundial de clubes.

Palmeiras e Flamengo tem duas das maiores contagens de sócios do futebol brasileiro, estão entre os clubes que mais geram audiência para a televisão, e que mais arrecadam com direitos televisivos.

Fica fácil de entender de que dinheiro gera dinheiro, através de grande capacidade técnica e de marketing envolvidos.

Há espaços para novos clubes nesse meio?

Notícias dão conta de que o Bragantino que hoje lidera a Série B pode ter para as próximas temporadas uma injeção de 200 milhões de reais para conquistar o campeonato brasileiro.

Além desta forma, políticas de austeridade financeira como as praticadas por Athletico-PR e Grêmio, podem trazer resultados técnicos em competições de menor exigência de regularidade, como Copa do Brasil.

Equipes que também recebem grande aporte da TV, como Corinthians, necessitam de uma melhor administração, assim como fez o Flamengo.

bragantino red bull

A realidade do futebol brasileiro vai caminhando para uma polarização, principalmente pelo efeito da grande injeção de dinheiro que alguns clubes conseguem ter. Seja pela sua competência ou por de terceiros, mas a realidade é que caminhamos para ter uma centralização do futebol, assim como acontece na Europa.

Isto não acontece do dia para a noite, e não vai ser por pouco depois que isto ocorrer. É a modernidade invadindo o futebol brasileiro, para a alegria de uns e tristeza de outros.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *