PALPITES E DICAS DE APOSTAS ESPORTIVAS BRASIL


Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Começam as Finais de Conferência da NBA

Esta semana começou um período especial para os amantes do melhor basquete do mundo, que são as finais de conferência da NBAOs lados leste e oeste definem seus representantes na grande final, e quatro times medem suas forças: o Golden State de Stephen Curry diante do Blazers de Lillard, e o Milwaukee de Giannis Antetokounmpo contra o Toronto de Kawhi Leonard. Quem leva a melhor?

A difícil missão dos Blazers diante do Golden State

Buscar o título da liga seria algo épico para o Portland Trail Blazers, que não é uma franquia que conseguiu nas últimas décadas ser presente em decisões. Seu título foi conquistado no distante ano de 1977, e não chegam às finais desde 1992. Naquele ano, a equipe de Portland esbarrou num craque chamado Michael Jordan, e agora tenta desbancar o Warriors de Curry.

O Golden State embora fosse tricampeão da liga, passava por décadas à sombra de outras grandes franquias da NBA. Seu ressurgimento se deu em 2015, quando conquistou seu título, e logo na sequência empilhou mais dois troféus, de 2017 e 2018.

Começam as Finais de Conferência da NBA

Os Warriors tiveram um caminho complicado até as finais do Oeste, passaram com certa dificuldade diante de dois grandes adversários. Contra o Los Angeles Clippers venceu a série em 4-2, e o que o que chamou a atenção foi a intensidade dos jogos, com pontuações altíssimas.

Na sequência o enfrentamento diante de um duro Houston Rockets, reeditando as finais da conferência de 2018. A serie também fechou em 4-2 a favor do time de Oakland, tendo feito uma grande partida no jogo 6, em Houston, e sacramentando a passagem às finais.

Nessa caminhada houve momentos de altos e baixos dos players de Golden State.

Kevind Durant no geral foi quem mais brilhou, na minha opinião, pois foi ele quem liderava com Harden as stats dos jogos, levava o GSW nas costas, num momento muito oscilante de Curry e Thomson.

No jogo final diante do Houston, Curry e Klay Thompson assumiram a responsabilidade e fecharam a série, quando Kevin Durant já não estava mais na equipe, e a lesão de KD preocupa para as finais.

Já os Blazers na primeira missão da fase eliminatória, enfrentou o bom time do Oklahoma City Thunder, com Paul George em fase mágica e Westbrook voltando aos bons tempos. De qualquer forma não houve dificuldades, e com um aproveitamento de 100% jogando com o mando de quadra, passou com um 4-1 sem contestações.

durant 2019

Não podemos dizer que houve qualquer facilidade no embate seguinte diante do Denver Nuggets. A série que foi decidida apenas no jogo 7 foi o que podemos chamar de espetáculo. Nas 4 primeiras partidas, nenhum dos dois conseguiu ser soberano mesmo em casa.

O jogo 3 bateu a marca de 277 pontos, quando na prorrogação o Portland venceu por 140-137. No jogo 7 ambos os times já no seu limite físico, fizeram um jogo menos dinâmico, muita marcação de parte a parte, e os Blazers mesmo jogando em Denver bateu por 100-96 e se garantiu na final.

Os destaques ficaram por conta de Damian Lillard e C.J McCollum, ambos dão o ritmo desse time de Portland, tem uma grande característica de ser eficientes em infiltrações, mas tem uma boa qualidade na linha do perímetro.

Golden State sai na frente!

O jogo 1 da série final do lado oeste já aconteceu, e o Golden State saiu vencedor. Jogando na Oracle Arena, sem Kevin Durant, caiu sobre os ombros de Steph Curry a responsabilidade de conduzir os Warriors à vitória.

Foi um jogo de alta intensidade, onde o Blazers sentiu muita dificuldade de marcar os chutes de 3 pontos do GSW. Foram 17 cestas de 3, com destaque, obviamente, para Curry que acertou 9, e com 36 pontos, 7 assistências e 6 rebotes foi o nome da noite. Thompson teve grande desempenho, e também do perímetro pode contribuir para fechar a vitória em 116-94.

Os Blazers tiveram mais uma vez em Lillard e McCollum seus maiores pontuadores, com 19 e 17 pontos cada. A dificuldade, no entanto, foi limitar as ações do adversário, e fazer um jogo menos corrido. Teve de entrar no ritmo do time da casa e não conseguiu acompanhar.

curry lillard

Talvez a exigência máxima que teve na fase anterior possa interferir fisicamente nessa série. Sua chance é se conseguir diminuir o ritmo do jogo, senão fica muito complicado de bater de frente com o time de Oakland.

Kevind Durant pode voltar a atuar nesse segundo jogo, e se o Portland mais uma vez entrar no ritmo acelerado do Golden State, poderemos ter uma partida de alta pontuação. Neste cenário, a linha de over 217.5 pontos aparece com odd 1.81 na 1xbet.

Nesta quinta-feira ocorre o segundo jogo da série. Mais uma vez em Oakland, onde o GSW se mostrou muito superior. A linha de HC pode ser uma boa mais uma vez, e o –7.5 paga 1.90 na Bet365.

Bucks favorito diante do forte Raptors?

Não há como negar que a grande campanha desta temporada tenha sido do Milwaukee Bucks. Uma equipe que antes da temporada começar não figurava como uma das favoritas a levar o título, e hoje surge como possível favorita nessa forte final do lado leste.

Os Bucks tiveram seu único título da liga lá em 1971, comandados por Kareem Adbul-Jabbar e buscam seu bicampeonato diante dos Raptors que correm atrás da sua primeira conquista na NBA.

bucks jabar

A caminhada na fase eliminatória foi tranquila para o time de Milwaukee. Diante do Detroit Pistons aplicou um 4-0, sem dar qualquer chance de reação ao adversário. Em todas as partidas foi extremamente agressivo, efetivo ofensivamente e uma forte marcação para limitar o time de Detroit.

Na sequência o grande teste diante do Boston Celtics. Ali se via a diferença de características, de um time muito forte ofensivamente, diante de um Celtics com um jogo mais defensivo.

A única partida que os Celtics conseguiram anular o jogo ofensivo dos Bucks, foi justamente o primeiro, em Milwaulkee. A pontuação de apenas 90 pontos para os Bucks foi surpreendente, mas no restante, não deu qualquer chance ao time de Boston.

Foram quatro vitórias seguidas, todas elas com alta pontuação e tendo como ponto alto o grego Giannis Antetokounmpo, de 2m11, que se destaca pela força absurda com que ataca e defende. O grego, aliás, é o grande favorito a levar o título de MVP da fase regular.

Os Raptors começaram também de uma forma mais tranquila, ao bater o Orlando Magic por 4-1 na série. Embora tenha começado perdendo, em casa, fez no geral jogos muito sólidos, amarrando o time de Orlando, e fechando a série sem dificuldades.

Seu grande teste foi diante do Philadelphia 76ers de Joel Embiid. A série foi até o jogo 7, e assim como falei do desgaste do Blazers por terem tido uma decisão desgastante, coloco o time de Toronto na mesma situação.

Foi uma frenética alternância na liderança da série, cada um com um triunfo na casa do adversário. Os sixers caíram na forte marcação do Toronto, um jogo muito físico, e que foi decidido no último segundo do último jogo.

Kawhi Leonard foi o destaque da partida 7, marcou incríveis 41 pontos, deu 3 assistências e apanhou 7 rebotes. E o destino quis que faltando 1 segundo, com o jogo empatado em 90-90, o ala-armador chutasse a última bola do jogo, com uma marcação forte, e ela demorasse longos 3 segundos para decidir cair e levar o Toronto à final. Que espetáculo!

Bucks vencem de virada o primeiro jogo

O primeiro jogo da série foi disputado na noite desta quarta-feira, no Fiserv Forum, em Milwaukee. E assim como foi diante do Boston Celtics, coloca em confronto uma equipe de forte poder ofensivo, como os Bucks, e os Raptors de grande vocação defensiva.

O começo foi todo do time de Toronto, que conseguiu ser efetivo ofensivamente, e amarrar as ações do Bucks. Aos poucos os donos da casa conseguiram emparelhar o duelo, e impuseram também uma forte marcação, que não vinha acontecendo até o segundo quarto.

No último quarto foi um show dos Bucks, que limitaram os Raptors a 17 pontos, marcaram 32, e fecharam o jogo por 108-100.Leonard mais uma vez foi o destaque, com 31 pontos, acima até de Giannis, que ficou com 24.

Para Antetokounmpo marcar mais de 28.5 na segunda partida, a 1xbet paga 1.91.

A intensidade do time de Toronto foi muito ruim no último quarto de jogo, não conseguiu sair da forte marcação dos Bucks, teve somente 22% de acertos nos arremessos de quadra.

Fica a pergunta: será que o duelo recente diante dos sixers ainda pesa nas pernas do time de Toronto?

Para a segunda partida, que ocorre nesta quinta-feira, aposto em outra vitória dos Bucks, e o HC –6.5 mais uma vez vejo valor, pagando 1.90 na Bet365.

Esta semana será decisiva para a decisão dos finalistas da liga. Warriors e Bucks saem na frente e tem a chance de encaminhar uma grande vantagem com o segundo jogo também em casa. A tendência é de grandes jogos mais uma vez.

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.