Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Colombia a frente do Brasil – Já legalizou as apostas esportivas

apostas-colombia

Seguindo uma tradição incomoda os brasileiros os países da América Latina continuam a frente do Brasil quando falamos de legalização dos jogos online.

Não bastasse que os brasileiros se dirijam para Paraguai, Argentina e Uruguai para jogar em seus cassinos. Agora a Colômbia avança no processo de legalização dos jogos e das apostas a frente do Brasil. E se torna o primeiro país regulado da América Latina.

No começo do ano a Colombia através do seu regulador Coljuegos já havia anunciado um verdadeiro Blackout no que diz respeito as casas de apostas que atuavam no pais.

Mais de 325 domínios de bookies foram proibidos em território colombiano e tiveram seus ips bloqueados. Muitas das casas são gigantes do setor como William Hill, Betfair, Ladbrokes, etc tiveram sua utilização proibida no país.

Um processo similar ao do Blackout utilizado pelo governo em Portugal no processo de regulamentação.

Colombia atribui sua primeira licença para apostas esportivas

Este havia sido o primeiro passo após a aprovação do processo de legalização no ano passado. Ou seja, ninguém mais poderia atuar no mercado colombiano até a atribuição de licenças. O modelo utilizado pelos companheiros sul americanos não é o ideal.

Somente o preço da licença é 160 mil dólares. Alem disso, há o imposto de renda de 15% sobre a receita, que são o depósito dos jogadores.

Naturalmente este modelo acabou afastando muitos players do mercado que acabaram preferindo a ilegalidade ao invés de entrar no sistema.

Por isso, somente nesta semana meses depois do blackout que a Colombia atribuiu sua primeira licença para as apostas esportivas. A estimativa é que mais empresas comecem a apresentar suas candidaturas. O regulador espera mais 7 empresas licenciadas em 2017.

A estimativa do Coljuegos que regula o mercado projeta que o novo mercado de apostas online seja capaz de movimentar 8 bilhões em impostos somente no primeiro ano.

Nós sabemos que este será um movimento inevitável nos mais diversos países. Os governos locais não poderão mais prescindir das arrecadações que virão deste mercado ascendente.

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.