Palpites e Dicas de Apostas Esportivas Brasil e Bônus das Casas de Apostas
Palpites e Dicas de Apostas

        As melhores análises aos melhores sites de apostas online no Brasil e trading Esportivo!

Clubes da Bundesliga podem falir com paralisação

Este é um momento ímpar na história do Planeta Terra. O mundo esportivo e suas grandes ligas de todos as modalidades estão totalmente paralisados, e embora os motivos sejam totalmente acertados, os efeitos desta decisão devem ser devastadores ao final do surto. O cenário para alguns clubes alemães é de terror.

Uma das ligas mais ricas do mundo à beira de um colapso!

Se tratando de futebol, a Bundesliga (liga nacional de futebol da Alemanha) é uma referência técnica e de organização. Não à toa é uma das ligas mais assistidas no planeta, e uma das que mais arrecada com direitos de transmissão. A Alemanha vem tendo em diversas temporadas consecutivas, grandes times disputando a ponta do futebol europeu, e estes com um grande poder de contratação.

Clubes da Bundesliga podem falir ao final de 2020

Acontece que nem todos estão preparados para situações de emergência, e para a surpresa de muitos, a situação calamitosa que vivemos, pode “quebrar” até mesmo um clube de primeiro mundo, como é o caso.

Para elucidar melhor este caso: a Bundesliga, diferentemente das ligas da Inglaterra, Espanha e Itália, não tem um modelo que proteja os clubes para cancelamentos dos jogos devido às causas emergenciais, como a que estamos vivendo com o Corona Vírus. Com isto, os diversos jogos adiados, tem uma séria consequência financeira para os clubes. São cifras milionárias, em um primeiro momento, estima-se que os clubes percam cerca de 680 milhões de euros, somente com a venda de ingressos.

Muitos destes comprados antecipadamente, em pacotes, e o clube teria de fazer uma devolução, ou dar o ingresso de outro jogo para o comprador, ou seja, de qualquer forma, perderia dinheiro em caixa.

Além disto, um problema sério são as cotas televisivas, que assim como no Brasil, representa uma enorme fatia da receita total dos clubes. Para que isto se confirme, basta a organização da liga decretar o fim da competição, e a não realização dos jogos traria um resultado catastrófico para cada equipe.

Patrocinadores também entram nesta análise, pois quem pagaria pela exposição da sua marca quando não há jogos e transmissões televisivas? Um alento para aqueles que estão à beira do precipício, é que a UEFA adiou para o ano que vem a realização da Eurocopa 2020, e sendo assim, uma folga no calendário seria fundamental para a realização das rodadas restantes.

Não é somente no Brasil que os clubes vivem no limite financeiro

Temos uma ideia de que nos países de primeiro mundo, as coisas são organizadas de tal forma, que estas entidades são alheias à realidade do mundo. Os mais ricos da Alemanha devem passar por esta fase difícil, e seguir mais fortes depois disso. Não é o caso de clubes que precisam da renda de sua participação na liga anterior, para estruturar a próxima temporada.

Segundo notícias, seis clubes estão no limite financeiro, e podem quebrar após esta temporada, caso a pandemia obrigue o cancelamento desta temporada: Werder Bremem, Fortuna Dusseldorf, Mainz, Colônia, Paderborn, além de um clube da segunda divisão alemã.

Um conselheiro do Mainz, Jan Lehmann, deu uma declaração em que aponta que a arrecadação com mídia representa 60% da receita total do clube. Além disso, sem contrato com patrocinadores e receita de bilheteria, representaria uma situação inviável para o clube. Não há saída, se a competição não voltar em tempo hábil de ser finalizada, esta temporada corre o risco de ser encerrada com as rodas já disputadas.

Para alguns administradores, este momento requer uma solidariedade entre todos, inclusive das emissoras de televisão, patrocinadores e até mesmo dos clubes mais ricos.

Este momento não será fácil de ser superado, principalmente pelos clubes que dependem da arrecadação de hoje, para pagar os débitos de amanhã. Acredito que haverá uma ajuda dos grandes clubes, para ajudar a manter de pé os menores, até mesmo para ainda termos Bundesliga na próxima temporada.

A questão que fica, é saber como estas entidades farão para pagamentos de funcionários e atletas, devolução de ingressos, etc. A questão é muito mais complicada do que imaginávamos alguns meses atrás, e a possibilidade de uma ruptura de ligas consolidadas, é muito clara.
Nem todos os times tem estrelas que atraem a mídia mundial.

Você imagina que algum patrocinador vai quebrar o contrato com o Barcelona de Lionel Messi? Será que para a televisão, seria bom não termos jogos da Juventus, de Cristiano Ronaldo, ou do Liverpool de Salah e cia? Quem joga no Mainz? Quem é o astro do Paderborn? São equipes responsáveis por manter o campeonato de pé, para que as estrelas brilhem, e se estas quebrarem, tudo começa a ruir.

Gostou do nosso conteúdo ? Então se registre em nosso canal oficial no Youtube. Além disso, entra em nossas redes sociais como o Instagram e Twitter para se manter bem informado.
Um lugar perfeito para receber tudo que sai do AG é o canal no Telegram. Também no chat pode conversar com mais de 1.000 apostadores ao vivo sobre as melhores apostas. Se você procura os Pros acesse também os Tipster Profissionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *