PALPITES E DICAS DE APOSTAS ESPORTIVAS BRASIL


Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino

A partir desta sexta-feira, dia 7 de junho, começam os jogos da Copa do Mundo de futebol feminino que acontecerá na França. A seleção brasileira entra em campo no domingo, dia 9, diante da Jamaica, no início da caminhada para tentar seu primeiro título mundial.

Copa do Mundo de Futebol Feminino: Seleção brasileira e a dependência de Marta

Imaginemos que o principal jogador do seu time, por algum motivo, seja sacado do time. Como seria o retrospecto do Barcelona sem Lionel Messi, da seleção argentina sem Maradona, ou até mesmo a seleção brasileira de antigamente sem Pelé?

Não é nenhum demérito que seu desempenho caia quando sua principal peça não esteja presente, ou nas melhores condições físicas. Marta segue lesionada, após um edema na coxa, constatado ainda na preparação da equipe para a Copa do Mundo.

O Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino

O Brasil joga basicamente em função da camisa 10, e para efeitos de comparação, podemos colocar o que em certo momento Valverde usou no Barcelona. Abdicando daquela formação tradicional com seus três atacantes, para priorizar a liberdade de Messi.

O técnico Vadão assim o fez, colocou duas linhas com quatro jogadores, usando de uma maior solidez para defender, Marta como uma das duas atacantes, mas totalmente livre para flutuar entre as linhas.

Sinceramente, não vem dando certo, o Brasil não tem encontrado um ritmo que possa ser agressivo para as adversárias, e ainda sofre muito para se defender de forma qualificada, mesmo com um esquema feito para isso.

É muito dependente do talento individual de certas jogadoras, como Formiga, uma volante de mobilidade, Debinha e principalmente Marta. A camisa 10 que já foi 5 vezes melhor do mundo tem sofrido para levar o ataque nas costas.

Esse esquema não favorece as características do jogo do Brasil, que vem tendo muita dificuldade em aproximação, e tem de percorrer muito campo para chegar ao ataque.

Marta segue sendo a ilha técnica nesse time brasileiro, e o time depende muito dela para conseguir algo. Caso ela tenha dificuldade para recuperar-se da lesão, dificulta demais a campanha das meninas brasileiras nessa Copa do Mundo.

Copa do Mundo de Futebol Feminino: Brasil, Péssima fase e a confiança em baixa para a competição

O técnico Vadão, da seleção brasileira, tenta de toda forma negar que o seu time esteja numa má fase para iniciar nessa Copa do Mundo de Futebol Feminino. Bom, vejamos os resultados do seu time na preparação para uma das maiores competições da modalidade.

Desde agosto do ano passado, a seleção brasileira feminina jogou apenas em 9 oportunidades. Destas, perdeu todas as suas partidas, e daquele futebol ofensivo que nos acostumamos a presenciar em competições anteriores, nada restou, pois desde o início dessa fase negra, foram míseros 5 gols marcados.

A explicação do treinador é a logística do futebol feminino, já que na Copa América, disputada também em 2018, o Brasil obteve 100% de aproveitamento e levou a vaga para o mundial.

Na ocasião, as jogadores não tinham calendário por seus clubes, e puderam ficar um período de 3 meses de preparação. Na fase de insucessos, o treinador alegou que grande parte do time estava em seus clubes ou em férias.

Bom, o fato é que a equipe não vence, diante de seleções de maior porte fez partidas muito ruins, amplamente dominada, e dá um pontapé inicial na Copa do Mundo, como um azarão na disputa pelo título.

Brasil: Perspectivas para a estreia

Em um grupo forte, que ainda conta com a Itália, e a Austrália, favorita por muitos para chegar na final, o Brasil encara as jamaicanas que pela primeira vez chegaram na competição.

O calendário feminino ainda é muito pobre, então as africanas fizeram ainda menos jogos do que as brasileiras, foram 5 desde 2018, e todos amistosos. O estilo de jogo das jamaicanas é parecido com o da modalidade masculina, um futebol de força, alto e rápido, mas que falta muito para chegar num nível técnico regular.

A tendência é o Brasil vencer esse jogo, por mais experiência em competições internacionais, por ter jogadoras acostumadas em grandes clubes da Europa. Mas principalmente se Marta estiver em campo, o Brasil entrará como grande favorito.

vadao brasil

Marta é o referencial técnico do time, é quem dá o ritmo no terço final, bate muito bem na bola, e no futebol feminino isso é essencial. Embora a péssima fase brasileira, mas muito pelo estilo de jogo das africanas, eu apostaria na linha de gols.

Em um futebol que por vezes é muito espaçado, que chutes de média distância são quase letais, e até mesmo pela velocidade das jamaicanas em algum contra-ataque, são fatores que contribuem para a linha.

Portanto, over 4.0 gols, pagando 2.02 na Bet365.

A Copa do Mundo feminina vai começar e ficaremos atentos à boas chances de apostas.

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.