PALPITES E DICAS DE APOSTAS ESPORTIVAS BRASIL


Melhores Apostas Esportivas, Prognósticos e Bônus – Apostaganha Brasil

O Dinheiro manda na Série A do Brasileirão?

O Dinheiro manda na Série A do Brasileirão?

Dinheiro vale tudo no Futebol brasileiro? Esta pergunta me veio a cabeça quando vi a divulgação da lista com os valores das folhas de pagamento da série A na mídia.

Vazou para imprensa o quanto cada clube gasta mensalmente com seu departamento de futebol pela CLT(Consolidação das leis do Trabalho). Naturalmente a pergunta que logo vem a cabeça é?

blog-do-apostador

Existe correspondência técnica entre dinheiro e desempenho?

Esta pergunta é importante porque existe um mito no Brasileiro, que carece de comprovação, é que temos o futebol mais competitivo do mundo. Que todo grande campeonato nacional, como a série A e a Copa do Brasil começa sempre com 10 favoritos ao titulo.

Mas será que ainda existe toda esta competitividade? Ou será que o poderio financeiro já está causando uma concentração de poder e resultados no futebol nacional?

Este ranking das folhas de pagamento ajuda mas não esgota o tema. Isso porque mesmo no quesito dinheiro o cenário sempre muda muito.

Há alguns anos atrás Flamengo e Palmeiras estavam falidos e com sérios problemas, lutando contra o rebaixamento por algumas vezes.

O Fluminense com o dinheiro da Unimed era uma das grandes forças. Em sumas, diferenças temporais vão existir mas acredito que podemos refletir um pouco acerca destes números, vamos a eles:

1. Palmeiras – R$ 8,5 milhões
2. Cruzeiro – R$ 7,6 milhões
3. Corinthians – R$ 7,4 milhões
4. Flamengo – R$ 6,5 milhões
5. Internacional – R$ 4,7 milhões
6. Santos – R$ 4,4 milhões
7. São Paulo – R$ 4,3 milhões
8. Grêmio – R$ 4,2 milhões
9. Atlético-MG – R$ 4 milhões
10. Vasco – R$ 3 milhões
11. Bahia – R$ 2,8 milhões
12. Athletico – R$ 2,5 milhões
13. Botafogo – R$ 2,5 milhões
14. Fluminense – R$ 2,5 milhões
15. Goiás – R$ 2,2 milhões
16. Chapecoense – R$ 1,75 milhão
17. Fortaleza – R$ 1,5 milhão
18. Ceará – R$ 980 mil
19. Avaí – R$ 700 mil CSA – R$ 300 mil.

(Uma ressalva: Lembrando que isso é na CLT, os números reais tendem a ser muito maiores já que sabemos que grande parte dos salários são pagos por fora da CLT através de direito de imagem. Por isso o Flamengo deve ultrapassar muito o Corinthians. Também penso que o São Paulo poderá estar algumas posições acima se levarmos em conta o direito de imagem).

Se pensarmos nas equipes que conquistaram títulos do Brasileirão nos últimos desde 2010(numa amostragem mais recente) chegaremos aos seguintes números:

Corinthians: 3 títulos
Cruzeiro: 2 títulos
Palmeiras: 2 títulos
Fluminense: 2 títulos

Podemos observar que 7 títulos foram conquistados por equipes que estão no top 3 do rankings de folha de pagamentos: Palmeiras, Cruzeiro e Corinthians.

O ponto fora da curva é o Fluminense. Mas devemos lembrar que naquela época o Flu era das equipes mais ricas do país e com um grande potencial de investimento devido a parceria com a Unimed conduzida pelo seu mecenas à época.

Por isso, fica justificado. Hoje a equipe financeiramente quebrada e com dificuldade de pagar até salários ocupa a modesta décima quarta colocação dos gastos em CLT.

Outro número que chama a atenção é do Athletico PR que é apenas o décimo segundo colocado mas claramente tem tido resultados acima dos seus gastos com constantes participações em Libertadores e com resultados melhores do que concorrentes com muito mais dinheiro.

No ano passado por sinal o time terminou em sétimo, a frente da décima segunda colocação do ranking da folha de pagamento.

Claro que existem outras variáveis. Mas elas tendem a ser diretamente proporcional aos gastos com salários na CLT.

Senão não é lógico que quem tem milhões para pagar mais salários também tem mais dinheiro para realizar compras de jogadores e gastos em geral com seu departamento de futebol?

Claro que sim! Obviamente poderíamos pensar num índice que levasse em conta os gastos com contratações, dinheiro da televisão, dinheiro de patrocinito para afinar isso para o futuro, mas no momento vamos nos ater a este ranking.

Por isso, proponho um experimento que vamos realizar juntos: misturar o dinheiro com as apostas online. Vamos projetar os resultados dos jogos baseados neste ranking de dinheiro e ver se teremos lucro durante o Brasileirão com as apostas realizadas seguindo esta lógica.

Testaremos a hipótese sobre o “money talks”entre as equipes nacionais.

Os maiores salários vencerão? Ou pelo menos prevalecerão? Veremos!

As regras serão bem simples: Nos confrontos da rodada vamos apostar sempre na equipe com maior folha salarial, só isso, mais nenhum critério. A aposta será no ML para não complicar as coisas.

Como já temos 3 rodadas iniciaremos a projeção a partir da quarta rodada. Mas aplicarei a regra para todas as rodadas já realizadas(no próximo artigo trago as rodadas anteriores calculadas).

  • Rodada 4:
    Fluminense vs Botafogo – Botafogo com odds de 3.68
    Corinthians vs Grêmio – Corinthians com odds de 2.59
    Goiás vs Ceará – Goiás com odds de 2.20
    Flamengo vs Chapecoense – Flamengo com odds de 1.45
    Internacional vs Cruzeiro – Cruzeiro com odds de 3.46
    Atletico MG vs Palmeiras – Palmeiras com odds de 2.46
    Santos vs Vasco – Santos com odds de 1.45
    Fortaleza vs São Paulo – São Paulo com odds de 2.44
    Avai vs CSA – Avai com odds de 1.78
    Athletico PR vs Bahia – Bahia com odds de 5.35

Todas as odds são da 1xbet para controle.

Será que o dinheiro é um bom conselheiro no que se refere as apostas online no Brasileirão Série A?

Adicionar um comentário

Este e-mail já foi cadastrado. Usa Forma de entrada ou introduze outro.

Digitou login ou senha incorreta

Desculpe, para comentar precisa de entrar no site.
Telegram Apostaganha
SOCIALICON
Bet365