Derrick Lewis x Cyril Gane – UFC 265 Palpite

Aposta Ganha Brasil » Palpites para Outros Esportes » Palpites UFC » Derrick Lewis x Cyril Gane – UFC 265

Derrick Lewis x Cyril Gane – UFC 265: O mais famoso octógono do mundo volta a descer geograficamente para o estado do Texas

Derrick Lewis x Cyril Gane – mais concretamente para a cidade de Houston, onde terá lugar mais um PPV do Ultimate Fighting Championship.

Frente a frente no main event da noite vão estar os números 2 e 3 do ranking de pesos-pesados, e em jogo vai estar um algo polémico, mas sem dúvida apetecido cinturão de campeão interino da categoria mais pesada da organização.

Derrick Lewis, 36 anos, cartel de MMA com 25(V) – 7(D) – 1(NC) e atual nº2 do ranking dos pesados é já um veterano destas andanças. Com 7 anos de veterania na organização, Lewis tem aqui a sua 2ª chance ao título de pesos-pesados e logo na sua cidade natal de Houston, sendo que da 1ª vez, em 2018, perdeu para o agora retirado e atual “color commentator” do UFC, Daniel Cormier.

Com uma das personalidades mais ímpares deste desporto, Derrick construiu literalmente a sua carreira a punho, e caso vença por KO/TKO na madrugada de domingo, tornar-se-á o líder isolado “pound for pound” de KO’s no UFC com 13 nocautes.

Numa categoria de peso onde faz todo o sentido o adágio popular de que o poder do soco é a última coisa que sempre resta ao lutador, Lewis tem feito disso o apanágio da sua carreira, e se por um lado e muitas vezes lhe falta a técnica, o poder devastador da sua pancada está sempre presente e disponível muitas vezes para equilibrar decisivamente a balança.

Sendo desta forma tão devastadora a sua pancada, o norte americano acaba por ser um lutador que prima pela busca do “one hitter quitter” em detrimento dum alto volume de golpes que acabaria sempre por passar uma alta fatura a nível cardiovascular.

E o que temos visto em muitas lutas do “Black Beast” é que está constantemente em desvantagem na pontuação dos rounds até que de repente vira a luta inesperadamente com uma única pancada que “apaga” o adversário. Exemplo disto foi precisamente a última vitória frente a Curtis Blaydes.

No mesmo padrão, as vitórias frente a Volkov, Tybura, Abdurakhimov ou frente a Travis Browne, seguiram esta linha de recuperação após estar a ser dominado pelos adversários.

Cyril Gane, francês de 31 anos, cartel de MMA com 9(V) – 0(D), até há 2 anos pouca gente saberia quem era este atleta, talvez apenas mais reconhecido pelos “hardcore” do desporto por ser colega de “sparring” daquele que é agora o atual campeão linear de pesos-pesados do UFC, o camaronês Francis Ngannou.

Gane tem na sua base de artes marciais o Muay Thai, e foi nessa disciplina que fez carreira no circuito francês.

Pupilo de Fernand Lopez, o fundador da conhecida academia parisiense MMA Factory, Cyril Gane surge neste momento como mais um dos grandes valores a sair da MMA Factory, isto depois de Ngannou ter espantado tudo e todos quando apareceu como um mero desconhecido e que em meros 2 anos estava a disputar o cinturão dos pesados do UFC.

Nesta forma pelo menos o percurso de Gane assemelha-se com o percurso do seu antigo colega de treinos.

Fruto do pedigree que já trazia do circuito Europeu de Muay-Thai, Gane foi aposta imediata da promoção de MMA canadiana, TKO, para entrar na organização a disputar imediatamente o seu título de pesos-pesados, cinturão que venceu logo na sua 1ª luta em território norte americano e o qual ainda defendeu com sucesso ainda por duas vezes.

O sucesso levou a uma rápida chamada para lutar no UFC, ou não fosse a divisão de pesados uma daquelas que necessita sempre e mais urgentemente de “sangue novo” e até ver a aposta foi certeira.

Cyril Gane demonstra uma capacidade atlética fora do comum para alguém com 110 kg de peso. A analogia já foi feita e parafraseando uma frase que escutei, Gane é “uma peso pesado que se move com a facilidade de um peso médio”. Essa capacidade atlética aliada ao seu pedigree de striking têm sido as pedras basilares da até agora ascensão meteórica do francês nos rankings do UFC.

Ponto prévio: Esta luta em si é espetacular, mas torná-la em disputa de cinturão interino não faz o mais absoluto sentido… Mas pronto é o que temos numa altura em que o que realmente importa é manter a “máquina” a andar e apresentar conteúdo.

Sob a pena de Derrick Lewis me fazer parecer completamente ridículo na manhã de domingo após o término da luta, mas este é na minha opinião um matchup terrível para o norte americano.

Livestream de Jogos ao Vivo

E verdade seja dita, Lewis já por diversas vezes faz a mesma coisa como underdog, luta após luta. Está a ser dominado até ao ponto é que já não está…
Sem prejuízo disso, não consigo fazer fé em como o “puncher’s chance” de Lewis vai vencer desta vez.

O americano vai ser um alvo estacionado para o jab do francês, uma das melhores armas que Gane emprega de ambas as posições, tanto dextra como canhota.

Gane tem a vantagem na distância, seja na rapidez e agilidade, seja no volume de golpes que será amplamente superior ao débito de pancadas que virão da parte de Lewis.

O francês demonstra até agora uma frieza e QI de luta irrepreensíveis, seja na forma como já geriu o seu esforço em lutas recentes de 5 rounds, seja na forma como não se expõe às armas mais perigosas dos adversários.

Uma recente demonstração disso mesmo, e que em tudo pode ser similar ao que vai acontecer na madrugada de domingo, foi a luta de Gane frente a Jairzinho Rozenstruik. Gane demonstrou nessa luta uma irrepreensibilidade na forma como geriu a distância frente ao surinamês.

Ao que muitos acabaram por denominar como aborrecido nessa luta que percorreu os 5 rounds, eu chamo de manifesta demonstração de alto nível de inteligência.

Gane esteve sempre um passo à frente de Rozenstruik, antecipando os seus movimentos e basicamente não dando ao surinamês aquilo que ele queria na luta, aproximação linear de queixo no ar que permitisse a Jairzinho aterrar uma mão devastadora.

E realmente nisso tanto Rozenstruik como Lewis são similares na forma mais passiva que aguardam o adversário e o seu erro para depois explodirem um golpe singular que mude o curso da luta.

Lewis é um lutador mais completo que o surinamês na minha opinião, na medida em que mistura muito melhor as combinações usando também pontapés enquanto Rozenstruik se foca muito exclusivamente no boxe, e isso será algo que Gane também terá que ter em conta.

Lewis é um atleta que tem que cortar peso para atingir o limite dos 120 kg da categoria, e apesar daquele seu estilo quase que “preguiçoso” que aparenta, consegue ainda assim ser decetivo na medida em que não se pode menosprezar a sua capacidade atlética, muito demonstrada na explosividade dos ataques muitas vezes quando parece estar a soçobrar perante a ofensiva adversária.

Seja como for, enquanto Gane se mantenha com um discernimento afiado no desenrolar da luta, doseie o seu esforço para não ser surpreendido por Lewis, vejo como muito difícil a vitória do americano.

Tudo o que Gane demonstrou até agora é possuir os apetrechos que permitem derrotar alguém como Lewis: Capacidade cardiovascular, volume de golpes e mobilidade constante.

E à medida que a luta se desenrole até vejo como possível que Gane possa demonstrar algum wrestling, assim ele sinta que o gás de Lewis comece a falhar embora isso seja sempre perigo pois vai exigir aproximação no clinch, e foi precisamente assim com um uppercut que Lewis nocauteou Blaydes à um par de meses.

Gane não vai ter necessidade de se expor como Blaydes e poderá aqui perfeitamente fazer um plano de luta que lhe permita um “point fighting” que vá desgastando com o tempo Lewis.

Um ponto aqui também de salientar é que vai estar casa cheia no Toyota Center de Houston, e eventuais assobios e apupos vão ser constantes assim que Gane empregue o estilo de luta que penso que o mesmo vai pôr em jogo, com o público a querer confrontação e “slugfest” sabendo que esse é o caminho da vitória para Lewis.

Até que ponto o francês conseguirá manter o sangue frio perante essa pressão resta ver, até porque as sua últimas 3 lutas foram à porta fechada na Fight Island de Abu Dhabi e no UFC Apex de Las Vegas.

Não me parece ainda assim que isso vá influenciar determinantemente o atleta francês que até aqui demonstrou sempre uma capacidade imaculada de gerir as emoções.

Aposte no Derrick Lewis x Cyril Gane Palpites do UFC Anthony Smith x Aleksandar Rakic na 1xbet e aproveite o bônus de 500 REAIS

Palpites e Dicas de Derrick Lewis x Cyril Gane:

“Fly like a butterfly, sting like a bee”, talvez a frase mais famosa de Muhammad Ali. É assim um pouco que vejo esta luta a ser determinada. Gane a escolher os golpes para manter o cardio controlado, a circular bastante de forma a criar ângulos constantemente diferentes para golpear Lewis.

O natural de Houston vai-se alimentar da plateia, e vai certamente tentar meter um gancho ou overhand que separe o francês da sua consciência, mas à medida que os rounds se forem acumulando, esse perigo irá decrescer.

Vejo um Cyril Gane a finalizar Derrick Lewis provavelmente com a acumulação de golpes na 2ª metade do combate ou quanto muito na decisão unânime dos juízes, e desta forma a delinear para o futuro uma disputa de cinturão com o seu ex-colega Francis Ngannou.

PALPITE Derrick Lewis x Cyril Gane – UFC 265

Cyril Gane vence e acima de 1.5 rounds

APOSTE A 1.74 NA Betway

MELHORES CASAS DE APOSTAS PARA APOSTAR NESSE JOGO:
Bônus 1xbet de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : APOSTAGANHABR
O bônus Bet365 de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.
O Bônus Betano de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais. Código Promocional com FREEBET Exclusiva R$10 com Deposito Mínimo de R$50: APOSTAGANHABR
📌 Gostaste de nosso conteúdo? Então entre em nossas redes sociais: Canal Telegram ou fale connosco no Chat do Telegram ou ainda no Facebook, TikTok e Twitter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Canal ApostaGanha Brasil no Telegram
Melhores Casas de Apostas
Betano Brasil Código Promocional: APOSTAGANHABR – Bônus de 100% até 200R$ + Freebet de 10R$

O Bônus Betano de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais. Código Promocional com FREEBET Exclusiva R$10 com Deposito Mínimo de R$50: APOSTAGANHABR

1xbet Brasil Código Promocional: APOSTAGANHABR- Bônus de 1200$RS em Apostas

Bônus 1xbet de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : APOSTAGANHABR

Bet365 Brasil – Bônus de 200 Reais

O bônus Bet365 de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

Betfair

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22bet Brasil – Bônus de 600$RS em Apostas

O primeiro Bônus 22bet de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.