O número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic, foi desclassificado do US Open, no último final de semana, após acertar a bola em uma juíza de linha.

A BOLADA QUE DEU FIM AO GRAND SLAM PARA DJOKO

O US Open é o primeiro grande torneio a ser realizado após meses de inatividade, portanto, se antes de todo caos que vivemos, um Grand Slam já atraia os olhos do mundo, este tem um sabor todo especial.

No último final de semana, os fãs foram a loucura após uma situação atípica ocorrer na quadra norte-americana.

O número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic, enfrentava o espanhol Pablo Carreño Busta, em encontro válido pelas oitavas-de-final do torneio.

Ainda no primeiro set, Djokovic teve seu saque quebrado por Carreño Busta, e irritado, o sérvio deu uma raquetada na bola para a lateral, acertando em cheio uma juíza de linha.

A juíza passou alguns instantes deitada no chão, aumentando ainda mais a sensação de gravidade do que havia feito Djokovic.  mediatamente após o feito, Djoko viu que fez besteira e foi logo pedir desculpas, que pelo visto, pouco adiantou.

A BOLADA QUE DEU FIM AO GRAND SLAM PARA DJOKO

A arbitragem ficou alguns minutos discutindo sobre o fato ocorrido, possivelmente discorrendo sobre uma ação proposital ou acidental, e analisando a exclusão do atleta. E foi o que aconteceu, após alguns instantes, Noval Djokovic foi expulso do US Open.

A Associação de Tênis dos estados Unidos, ainda informou que o tenista perde os pontos e os prêmios em dinheiro adquiridos até aquela etapa da competição.

PROPOSITAL OU ACIDENTE?

O que vimos no final de semana, foi simplesmente histórico. Talvez isso não acontecerá novamente enquanto muitos de nós ainda permanecermos em vida. Um Top Player, ser expulso de um Grand Slam, após um lance como este.

Novak Djokovic havia vencido os 26 jogos anteriores que fez na temporada 2020, e tudo parecia se encaminhar para uma 27ª vitória sem grandes problemas. Carreño Busta não é um atleta fraquíssimo, mas parecia que não daria tanto trabalho ao sérvio.

O jogo ainda estava no primeiro set, e uma quebra naquela altura significava nada mais do que um pequeno incômodo à um grande tenista. A partida não estava em seu momento decisivo, e além disso, Djoko estava confiante, uma vez que logo no início da partida, 3 aces seguidos tinham ido para a conta do sérvio.

O jogo se equilibrava, Djokovic vencia por 5-4, uma vez que o espanhol conseguiu aos poucos entrar no jogo e confirmar seus serviços. A quebra no décimo game incomodou o número 1 do mundo, mas não era um momento de raiva absurda para uma atitude estúpida como esta ter sido proposital.

Imaginemos uma quebra naquela altura, e uma confirmação de serviço de Carreño Busta logo a seguir. Se Djokovic confirmasse seu serviço, o jogo ia para o Tie Break, e mesmo que perdesse o set, teria de perder mais dois para sair do Grand Slam.

Foi uma atitude irresponsável, mas não creio que proposital, justamente porque não havia motivos para se preocupar demais naquela altura.

POLÊMICO DJOKOVIC TEM MAIS UMA CONFUSÃO EM 2020

Acredito que mesmo sem intenção, a desclassificação do sérvio foi acertada. Segundo muitos especialistas, expulsar um jogador dessa magnitude representa algo claro: um grande exemplo, e a confirmação que as regras valem para todos.

Essa não é a primeira vez que o sérvio se mete em polêmica. Ainda neste ano, o número 1 do mundo organizou um torneio-exibição, em pleno caos que o mundo vivia com a disseminação do Covid-19.

Claro que em um local da Europa onde, em teoria, tudo estava controlado. O torneio contou com grandes aglomerações de público, zero distanciamento entre atletas, staff, arbitragem e fãs.

Ainda por cima, Djokovic e outros atletas foram flagrados saindo para festinhas. O resultado foi diversos novos casos de Covid, demonstrando uma total falta de bom senso do atleta.

Novak Djokovic, em dado momento, se mostrou contrário até mesmo a uma vacina para Covid-19, em pleno caos vivido pelo mundo. Se despindo da sua condição de atleta, formador de opinião, e exemplo para muitos.

Não paramos por aí. Antes da volta dos torneios oficiais de tênis, a ATP tentava bolar protocolos para que tudo ocorresse de forma segura, e montou um plano parecido com o da NBA, fazendo atletas e comissões a ficarem em uma “bolha”.

Djokovic liderou um protesto, contestando as decisões dos organizadores, e dificultando a execução imediata do torneio.

Ainda, após a exclusão de dois tenistas que não apresentaram resultados positivos para Covid, e mesmo assim ambos terem sido excluídos do US Open, Djoko mais uma vez tomou a frente, e ameaçou um boicote ao Grand Slam.

Para muitos, tudo passa de boato, mas sinceramente, eu não acredito. Djokovic agora perdeu a chance de conquistar seu 18° título de Grand Slam, perdeu dinheiro e pontos no Ranking. E não podemos dizer que esse 2020 tem sido de grandes resultados para o sérvio, já que fora das quadras sua situação está bem ruim.

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Chat do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casas de Apostas
1xBET

Bônus de 100% do depósito até um máximo 500 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120

BET365

O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

BETFAIR

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22BET

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.

BETBORO

Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.

NETBET

Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais

BETWAY

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.