Palpites e Dicas de Apostas Esportivas Brasil e Bônus das Casas de Apostas

Apostar nos favoritos é uma boa estratégia?

Seguindo na linha das opções para montar uma estratégia de jogo, vamos falar agora sobre apostar nos favoritos ou em mercados de “alta probabilidade”. Abaixo vamos expor algumas situações, e trazer alguns dados importantes, para buscarmos alguma conclusão importante.

Apostar no favorito é sempre seguro?

Para aqueles que tem anos, ou até alguns meses de experiência, esta questão pode parecer óbvia. Mas o objetivo aqui é ser bem explicativo, para que em momentos de dúvidas (eu tenho dúvidas até hoje), possamos ter mais ferramentas para decidir a melhor escolha.

apostar-nos-favoritos

O que seria um favorito? Abaixo trago dois exemplos reais, de eventos que ocorreram recentemente, para elucidar melhor esta questão.

Palmeiras 1.80 | Empate 3.50 | São Paulo 4.50 (Bet365) – Campeonato Brasileiro Serie A

Este jogo reunia o vice-líder Palmeiras, contra o 4° colocado São Paulo. O Palmeiras era o favorito neste jogo, por alguns fatores: mando de campo forte, necessidade de vitória para não perder de vez a chance de título, e retrospecto muito bom contra o adversário em casa, não tendo nunca perdido para ele no seu novo estádio.

Porque a odd mais alta então? Se tratava de um clássico local, muita rivalidade, um jogo mais bruscos e na teoria de poucos espaços inicialmente.

O São Paulo luta por uma vaga para Libertadores, e vinha de partidas boas.

Ainda assim, o Palmeiras era o favorito, suas possibilidades eram muito boas com este cenário. Resultado, 3-0 para o Palmeiras, com chance de uma goleada ainda maior.

Veja abaixo o outro exemplo na mesma rodada, do mesmo campeonato.

Atlético-MG 1.30 | Empate 5.00 | Chapecoense 10.00 (1xbet) – Campeonato Brasileiro Serie A

Aqui se encontravam o Atlético, 12° colocado, que vinha de uma sequência muito ruim de resultados, que lhe tirou da briga pela Libertadores, e inclusive teve seu treinador trocado recentemente. Do outro lado a Chapecoense, penúltima colocada, segunda pior defesa da competição, havia vencido apenas 1 jogo fora de casa em todo o campeonato.

O Atlético também era o favorito, as odds indicavam isto, mas muito em função do péssimo momento vivido pelo adversário, e pouco pelo desempenho atual do seu próprio time.

Resultado, 2-0 para a Chapecoense, escancarando o declínio técnico do Atlético.

O que isto significa?

O quero expor aqui, não é uma regra, e sim uma explicação sobre o que penso sobre o mercado de favoritos.

As odds não são determinantes para você entrar em um jogo ou não. Trouxe estes dois exemplos pelo fato de ambos serem considerados favoritos, as odds serem muito diferentes, e as análises iniciais também.

Aquele que não tenta entender o jogo, não busca imaginar de que maneira o evento pode ocorrer, simplesmente vai olhar essas duas odds, e colocar a casa no Atlético. Hoje essa pessoa estaria morando na rua.

Poderia ser o contrário, o Palmeiras poderia ser goleado, e o Atlético vencer sem nenhuma dificuldade. A questão é: você não pode simplesmente olhar a odd, dar uma olhada rápida na tabela e jogar alto em um evento, só pela indicação das cotações.

Outros exemplos:

Na Premier League, geralmente odds para Manchester City e Liverpool vem extremamente baixas, algumas chegando na casa de 1.10. Claro que ambos vão ganhar a grande maioria dos seus jogos, como exemplo do City na temporada passada, no qual ganhou 32 de 38 jogos.

Aqui o exemplo é outro. Com essas odds muito baixas, a “tendência” que as odds indicam, é que o time favorito aplique sempre uma goleada, e por isso a linha de handicap vai nas alturas.

Aquele apostador que não tenta analisar de forma fria, acaba indo no impulso e coloca suas fichas numa linha de –3.5, ou –4.5 para o favorito.

Em algumas vezes ele vai ganhar, mas a odd não compensa o risco em algumas vezes, e neste caso ele vai perdendo dinheiro à longo prazo.

Na Liga Espanhola, Real Madrid e Barcelona entram sempre com enorme favoritismo. Na última temporada o Real Madrid ficou em terceiro, vencendo apenas 21 jogos de 38 possíveis.

campeonato ingles

Aquele que não buscava informações, e apostava no que as odds indicavam, terminou a temporada tendo que depositar mais duas ou três vezes, porque simplesmente seguiu as odds.

Talvez muitos aqui podem me citar exemplos de grandes times que com odds baixíssimas acabam dando lucro ao final de uma temporada.

Claro que podem existir estes exemplos, mas será que o lucro nestes mercados são valiosos em relação ao risco corrido?

Imagine que em uma temporada mediana do City, em que uma serie de fatores fazem algumas coisas darem errado no meio do caminho. O City nessa situação fique na média do Real Madrid, de 21 vitórias. Será que teríamos lucro?

Existem alguns exemplos que dão certo, mas existem milhares que dão errado. Cabe a você decidir se simplesmente aposta no que a odd lhe indica, ou se tenta filtrar algumas opções antes de sair se arriscando.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *