Segundo canal de notícias esportivas, clubes do continente europeu podem se organizar para fundar uma nova competição de clubes. A nova liga poderia começar em 2022, e substituir a atual Liga dos Campeões.

INGLESES ENCABEÇAM O PROJETO

Segundo o canal de televisão Sky Sports, os ingleses do Manchester United e Liverpool, estariam encabeçando o projeto para mudar os rumos do futebol.

Ambos teriam iniciado um processo de negociação com a FIFA (e não com a UEFA), para a criação de uma nova liga: A “Premier League da Europa”. É um modelo no qual os clubes entendem que poderia gerar um enorme nível de competitividade entre os maiores clubes do mundo.

Tanto o Manchester United, quanto o Liverpool, tentaram recentemente uma mudança no modelo da Premiere League inglesa. O projeto batizado de “Big Picture”, teria como propostas a redução do número de clubes da Premier League de 20 para 18, o aumento de receitas da primeira e segunda divisão do país, e a extinção da Copa da Liga e Supercopa da Inglaterra.

Entre outras mudanças, a criação de uma liga feminina, maior valor valorização dos clubes que estão mais tempo na elite do futebol inglês, e ainda, a extinção do modelo de votação para mudanças no regulamento, dando mais autonomia aos grandes.

INGLESES ENCABEÇAM O PROJETO

A Premier League se posicionou contrário, assim como o governo britânico, vetando qualquer tipo de mudança neste momento.

Ambos, então, recorreram a FIFA, tentando de alguma forma elitizar as competições. Agora a ideia é deixar mais restrito às maiores potencias, uma competição de clubes.

COMO FUNCIONARIA A NOVA LIGA

Sabendo já de uma negativa prévia da UEFA, obviamente que os clubes se reuniriam entre si e levariam uma proposta à FIFA.

Segundo a reportagem, pelo menos 12 clubes das 5 principais ligas do continente (Alemanha, Espanha, Inglaterra, Itália e França), estariam dispostos a se tornarem membros da nova competição.

O canal BBC, da Inglaterra, afirmou que a FIFA estaria por trás da organização, e a intenção é substituir a atual Liga dos Campeões. O formato da nova competição seria um misto entre pontos corridos e playoffs.

Inicialmente, a ideia é contar com 18 clubes (os maiores de cada país), e formar um torneio, acontecendo paralelamente com as ligas nacionais.

Neste cenário, o torneio teria um formato de ida e volta, em pontos corridos, e ao final da classificatória, um breve mata-mata para decidir o campeão.

PROJETO MILIONÁRIO QUE ENCONTRARÁ RESISTÊNCIA

Ainda segundo a Sky Sports, o banco americano JP Morgan entraria na negociação para financiar este projeto. A reportagem indica que um valor que ultrapassaria a marca de 6 bilhões de dólares, seria injetado para tirar do papel a competição.

Ai Sky News destacou que o campeão receberia milhões de libras, que seria, inclusive, premiação maior que a Liga dos Campeões.

A UEFA afirma que este projeto é uma ameaça ao atual modelo de competições de clubes da Europa, e se colocou veementemente contra a criação desta nova liga.

Os canais que cobrem este novo projeto, ainda afirmam que fontes dizem que clubes podem usar este possível novo torneio, como uma arma para renegociar pagamentos de participação e premiação, da própria UEFA, na Liga dos Campeões.

Este torneio entre gigantes, visa um distanciamento entre os maiores clubes do continente e o restante das entidades. Isto significa que, se este projeto sair realmente do papel, as maiores potencias serão ainda mais ricas, e o desequilíbrio técnico e financeiro cada vez maior em relação aos demais.

PROJETO MILIONÁRIO QUE ENCONTRARÁ RESISTÊNCIA

Obviamente que, se houvesse na prática este torneio, um grande aporte financeiro seria uma realidade. Ainda, com as maiores marcas do mundo do futebol envolvidas, grandes valores de transmissão e patrocinadores seriam arrecadados.

Embora seja uma tentação ver uma competição somente com os maiores clubes do mundo envolvidos, para o futebol europeu e mundial, seria um pequeno desastre.

Imaginemos que a Liga dos Campeões realmente fosse extinta, ou então, perder sua força. Como reagiriam os clubes médios, que usam a visibilidade e arrecadação de premiação para se manterem ativos?

Uma liga deste tamanho, mesmo que acontecesse em paralelo a Liga dos Campeões, traria consequências negativas, uma vez que de certa forma, os clubes priorizariam a competição de maior arrecadação.

O calendário não suportaria tantas competições, e os clubes deixariam de lado o antigo torneio. Uma elitização tão grande é perigosa, e acabaria por diminuir a competitividade dos demais clubes, priorizando uma minoria rica. Por fim, não acredito que isto sairá do papel.

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Chat do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Casas de Apostas
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 777 reais.
5,0 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120
5,0 rating
O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.
3,8 rating
Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200
4,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
3,5 rating
Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.
4,0 rating
Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais
3,8 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.