Claudia Gadelha vs Jessica Andrade – UFC

Aposta Ganha Brasil » Palpites UFC » Claudia Gadelha vs Jessica Andrade – UFC

No co-main event da noite temos uma das melhores, senão a melhor luta do card…..

Duas lutadoras do “top 5” da divisão de peso-palha enfrentam-se na tentativa de se aproximarem de uma nova luta pelo cinturão pertença de Joanna Jedrzejczyk.

A potiguar de 28 anos e atual nº 1 do ranking dos palhas, Cláudia Gadelha, tenta mais uma vez acercar-se de um possível rematch com a campeã Jedrzejczyk, isto já depois de ter sido derrotada duas vezes pela polaca.

Criada na famosa academia Nova União de Dédé Pederneiras, Gadelha decidiu desde à cerca de um ano para cá separar laços com a academia carioca para vir para os EUA.

Desde algum tempo tem treinado na altitude (1600 m) de Albuquerque nas renomeadas academias de Chris Luttrell e Greg Jackson onde vêm procurando evoluir ainda mais o seu jogo.

Evolução será mesmo a palavra-chave pois Cláudia tem conseguido passar todos os testes que enfrentou na divisão com a exceção da campeã que lhe infligiu as duas únicas derrotas da carreira e que mostrou ter um cardio e ritmo superior à brasileira.

Cláudinha vem atualmente com duas vitórias consecutivas e esteve particularmente impressionante na última em junho no UFC 212 quando finalizou com um mata-leão a nº2 do ranking e também polaca Karolina Kowalkiewicz.

A lutadora potiguar destaca-se pela sua força acima da média e um BJJ afiadíssimo, ou não fosse a mesma um cinturão preto da “arte suave”.

O “striking” nunca foi o seu forte, mas com o tempo e desde que se estreou no UFC vem mostrando melhorias e mais segurança em como aplica os seus golpes.

Jéssica Andrade de 25 anos tenta fazer o chamado “bounce back” isto depois de ter sido derrotada pela atual campeã na sua última luta.

Frente a Joanna não conseguiu apresentar antídoto para o elusivo e trabalhado “striking” da campeã que se mostrou impossível de contrariar.

Uma vitória agora frente à nº1 do ranking da divisão poderia voltar a abrir boas perspetivas para que Andrade volta-se a defrontar Jedrzejczyk.

Jessica fez incrivelmente grande parte da carreira do UFC no peso-galo onde enfrentou com relativo sucesso adversárias sempre mais pesadas e altas, e isso não deixa de ser demonstrativo da força e poder da “Bate-Estaca”.

Andrade usa um estilo de constante agressividade que alia ao seu jogo de trocação, assente no Muay Thai e Kickboxing.

No solo possuí uma faixa roxa de BJJ e pergaminhos que já por diversas vezes pôs em ação no octógono, especialmente uma discreta e apertada guilhotina, uma espécie de imagem de marca das suas submissões.

Estamos na minha opinião perante uma luta bem mais renhida do que as odds indicam.

À partida Gadelha deverá ter a vantagem no chão e Andrade deverá ter a vantagem na trocação e aquela que conseguir passar mais tempo no terreno onde se sente mais confortável deverá ser aquela que levará a vitória no final do combate.

Com a evolução do seu “striking”, será interessante ver se Gadelha consegue capitalizar algo em contra-ataque face à constante pressão de Andrade.

Se falhar nessa aposta e usar a trocação como apenas variante de “esconder” suas tentativas de levar Andrade para o chão, não deverá, contudo, ter tarefa fácil.

Claudinha que pode muito bem derrubar a compatriota, mas seguramente despenderá muita energia para o conseguir, não só levar ao solo, mas também para manter Andrade lá.

Se o processo atrás referido não sair tão facilmente, acredito que Andrade acerte boas combinações em Gadelha com o uso do seu forte Muay-Thai/Kickboxing, e especialmente porque não terá que perseguir Claudinha já que a mesma virá até si.

Andrade enquanto lutadora agressiva sente mais dificuldade quando tem de ir atrás e “cortar” ringue para atingir a oponente e essa não será à partida uma característica que Gadelha lhe apresente.

Uma questão que também se põe é que a agressividade de Andrade pode abrir a possibilidade a que se não ajustada corretamente perante uma oponente como Gadelha, possa ser um convite à tentativa de queda.

Contudo uma percentagem de defesa de quedas de 74% e um passado a enfrentar oponentes bastante mais pesadas e altas mostram que Andrade pode muito bem reduzir ao mínimo o sucesso de gadelha neste ponto.

Numa luta de três rounds e aplicando o que referi atrás vejo esta como uma luta bastante parelha, onde não será fácil para nenhuma lutadora superiorizar-se à oponente.

Palpites e Dicas de Apostas Claudia Gadelha vs Jessica Andrade – UFC:

Nesse sentido vou fugir do “moneyline”, até porque como referi não concordo com a colocação das odds, e irei sim apontar para onde vejo valor, que é vermos uma luta bem disputada que chegue eventualmente à decisão dos juízes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casas de Apostas
1xBET

Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120

BET365

O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.

BETFAIR

Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200

22BET

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.

BETBORO

Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.

NETBET

Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais

BETWAY

O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.