Novos casos de coronavírus tem sido recorrentes no futebol brasileiro. Nas últimas semanas, muitas equipes tem sofrido com perdas de jogadores, e o número de infectados sobe gradativamente.

BRASILEIRÃO SÉRIE A TEM SIDO AFETADO DIRETAMENTE

Não é exclusividade do futebol brasileiro, que muitas equipes tenham sido afetadas pelo surto de COVID-19, recentemente. No entanto, os casos que acontecem no Brasil têm sido constantes e regularmente crescentes.

No final do mês de setembro, o Flamengo moveu céus e terras para tentar adiar seu jogo diante do Palmeiras, devido aos contaminados.

Com mais de uma dezena de infectados pela doença, o time rubro-negro não teve seu pedido atendido pela CBF, e precisou entrar em campo com muitos desfalques, e uma equipe formada basicamente por jovens das categorias de base.

O Palmeiras queria que o jogo acontecesse, e aconteceu. O resultado, no entanto, foi totalmente mexido, e duas equipes sem estarem nas suas melhores condições mentais, proporcionaram um jogo que não saiu de um empate insosso.

Na última semana, o mesmo aconteceu com o Santos, que tentou adiar o jogo contra o Internacional. Um surto de Covid no elenco, que afetou mais de 10 profissionais, dilacerou o time do Santos.

O pedido também foi negado, e mesmo que a equipe tenha conseguido sair com uma vitória diante dos gaúchos, as condições para aquela partida foram totalmente modificadas.

O Palmeiras sofre com este mal atualmente. A sua situação na Copa do Brasil é tranquila, mas em um momento importante do Campeonato Brasileiro, a equipe alviverde estará em maus lençóis para as próximas rodadas.

No total são 15 jogadores contaminados que desfalcam a equipe por algumas rodadas. O Palmeiras, que vinha em uma grande evolução com o novo treinador, terá baixas importantes, e seu favoritismo inicial agora não mais existe. O novo “agraciado” pelo surto de coronavírus, é o líder do campeonato, o Atlético Mineiro.

Brasileirão sob ameaça de paralisação pelo COVID

A equipe de Belo Horizonte, que nesta semana cumpre um jogo atrasado pelo Brasileirão Série A, tem diversos desfalques. O Atlético fez uma nova bateria de exames e 10 pessoas testaram positivo, entre os atletas estão: Victor, Guga, Réver, Allan e Eduardo Vargas, que desfalcam a equipe pelos próximos jogos.

Até mesmo o técnico Jorge Sampaoli foi detectado com a doença e não estará à beira do campo, inclusive nós treinamentos.

Muitos ainda colocam estas equipes como favoritas para estes e alguns outros jogos dessa sequência. Mas a verdade é que com novos exames, é possível que outros jogadores sejam confirmados também entre os infectados.

APOSTADORES, CUIDADO!

A dura e infeliz realidade, é que as equipes acabam sendo severamente afetadas por este novo surto no futebol brasileiro. Nenhum indício confirma que estes jogadores infectados, não tenham contaminado colegas e adversários recentes.

Isso acaba tendo uma consequência prática também no mundo das apostas. Investir dinheiro requer cuidado, mas não são todos que o tem. Essas equipes, mesmo que favoritas, acabam tendo um decréscimo técnico, e nivelando as ações da partida.

Acredito que este momento do futebol brasileiro, seja um dos mais delicados para se apostar na temporada. Equipes que têm sobreposição de jogos, além muitos contaminados pela COVID-19, e uma tendência para outros tantos virem a serem confirmados nas próximas semanas.

Mesmo com fortes sinais para um jogo difícil, muitos ainda irão despejar fortunas para apostar nos favoritos.

Quem sabe possa dar certo, mas o risco é triplicado neste momento. Além de analisar resultados, desempenho recente, retrospecto e números, mais uma vez devemos estar atentos aos noticiários do departamento médico das equipes.

Acredito que nas próximas semanas outros tantos clubes deverão informar diversos casos de jogadores infectados. Essa nova onda de contaminação preocupa o futebol brasileiro.

O dinheiro vai falar mais alto, e até o fim da temporada o calendário provavelmente será cumprido como planejado. Mas o desempenho das equipes, e aqueles times mais lucrativos, provavelmente não serão os mesmos.

Os favoritos talvez ainda sejam considerados favoritos, mas longe de cumprirem altas linhas. Jogos mais cadenciados e com os não favoritos (se saudáveis) ganhando valor assim como no início da era pós-paralisação.

Análises pré-jogo continuarão a serem feitas, mas operações no modo Apostas ao vivo (com muito cuidado) serão prioridades de muitos.

Vamos mais uma vez ter de lidar com oscilações, e sermos cautelosos para investir em cada evento. Parece um texto repetido de meses atrás, mas infelizmente essa realidade está batendo na nossa porta mais uma vez.

Portanto, aos apostadores, peço calma! A COVID-19 quando não mata, pode nos fazer perder dinheiro, muito dinheiro!

 

Gostou de nosso conteúdo?
Então se registre em nosso canal no Youtube. Entre em nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. Ainda tem nosso Canal do Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Casas de Apostas
3,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 777 reais.
5,0 rating
Bônus de 100% do depósito até um máximo 1200 Reais. Código Promocional para aceder ao Bônus : 1x_87120
5,0 rating
O bônus de boas vindas da casa oferece bônus de 100%. Depósitos de valor igual ou superior a 20 reais e um máximo de bônus de 200 reais.
3,8 rating
Bônus de boas vindas é um bônus de 100% até um máximo 400 reais. Código Promocional para aceder ao Bônus: FWB200
4,3 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 600 reais.
3,5 rating
Bônus de depósito de 50% até um máximo de 500 reais. Depositando um mínimo 50 reais, você recebe 50% do valor do depósito.
4,0 rating
Bônus de 50% de bônus Depositou 10, recebe outros 5, 50 recebe outros 25, e assim sucessivamente até um máximo de 200 reais
3,8 rating
O primeiro Bônus de boas vindas é um bônus de 100% sobre o valor do seu depósito inicial até um máximo de 200 reais.